A importância de manter a casa sem pulgas

19 Dezembro, 2017
 

Manter a casa sem pulgas é um ato de higiene fundamental para preservar o bem-estar de todos os membros da família. E também para evitar muitas doenças.

As pulgas têm grande resistência e podem sobreviver em condições precárias. Supõe-se que uma pulga possa sobreviver por mais de 1 semana sem se alimentar.

Além disso, são capazes de se reproduzir rapidamente em ambientes favoráveis, como a parte de trás de um animal doméstico. Uma fêmea adulta pode colocar mais de 50 ovos por dia.

Por todas estas razões, um trabalho de prevenção contínua é sempre preferível em vez de remediar uma infestação.

8 dicas simples para manter a casa sem pulgas

1. Tratamento preventivo antiparasitário em seu animal de estimação

Anteriormente, era necessário expor o cachorro a produtos químicos fortes quando o animal já tinha uma boa parte do corpo invadida por pulgas. Esse tratamento é ineficaz por muitas razões. Além de afetar a saúde do animal e o proprietário por seu forte cheiro, costumava ser usado para poder visualizar as pulgas.

cachorro em família

Há alguns anos, surgiram tratamentos preventivos que não expõem o animal a qualquer risco. Basta manter uma rotina de aplicação de pipetas ou spray indicado para repelir pulgas, impedindo que elas se aproximem do corpo do animal. O ideal é que aplicá-las pelo menos 2 vezes por ano e consultar um veterinário antes de optar por um determinado produto.

 

Você também pode optar por coleiras anti-pulga.

2. Iluminação e ventilação adequadas

As pulgas são muito sensíveis à luz solar ou à luz artificial e preferem estar abrigadas ou escondidas para se protegerem. É uma das razões pelas quais eles ficam principalmente na parte de trás do animal. Lá, os pelos se concentram e produzem sombra.

Portanto, é recomendável fornecer ventilação e iluminação adequadas para manter a casa livre desses parasitas.

3. Higiene reforçada

Ter um animal de estimação já exige reforçar a higiene do lar. E para evitar o aparecimento de pulgas, é especialmente necessário prestar atenção aos cantos e espaços mais escuros. Neles, os resíduos se acumulam e os parasitas podem ficar “disfarçados”.

4. Corte o pelo do seu animal de estimação

Como vimos, as pulgas preferem lugares mais reservados e sombreados para se “esconder” e se reproduzir. Portanto, proliferam-se mais rapidamente nas costas de cães com pelos abundantes. É aconselhável cortar o pelo do seu animal de estimação pelo menos uma vez por ano, de preferência durante o verão.

Também é uma boa prática escovar os cães 1 a 2 vezes por semana, evitando o acúmulo de pelos mortos.

5. O momento do banho

As pulgas não gostam muito da água, pois podem se afogar facilmente. Portanto, uma boa medida para evitar o surgimento e combater a proliferação desses parasitas é banhar periodicamente o seu cão.

No inverno, não é aconselhável expor os animais constantemente à água, sendo adequado banhá-los apenas uma vez por mês. Durante o verão, você pode-se dar um banho por semana. Os pelos e a pele devem ser bem secos após o banho.

 

6. Aplique líquidos específicos ou aerossóis para o lar

Alguns produtos específicos já são comercializados para manter a casa sem pulgas. São limpadores líquidos ou aerossóis que impedem a entrada e reprodução desses parasitas.

7. Cuidado com os passeios de rua

Levar o seu cão para uma caminhada é excelente para a saúde de ambos. No entanto, é necessário ter cuidado para não expô-lo demais para pulgas e carrapatos. Principalmente durante o verão, deve-se evitar levá-lo a ambientes sujos ou deixá-lo entrar em contato com cães abandonados ou mal cuidados.

Filhote de cachorro

8. Remédios naturais e domésticos contra pulgas

Os remédios naturais para manter a casa sem pulgas são eficazes. O cheiro de certas substâncias pode impedir que esses parasitas se aproximem ou fazê-los migrar. Além disso, são muito menos agressivos para a saúde.

Você pode optar por limpezas mensais em toda a casa com algumas infusões e preparações caseiras em vez de um produto químico industrial.

Existem quatro remédios caseiros fáceis para combater pulgas:

• Óleo de eucalipto
• Mistura de óleo de lavanda e vinagre de maçã
• Mistura de água, suco de limão e bicarbonato de sódio
• Infusão de menta com poejo

 

Manter uma casa sem pulgas é fácil com cuidados preventivos adequados. Cuidar da casa também faz parte da posse responsável e da criação saudável de um animal de estimação.

Fonte da imagem principal: Cristián Arriagada.