4 animais que podem viver em apartamento

04 Agosto, 2020
Todos os animais precisam do próprio espaço. Por isso, é importante saber escolher o tipo de animal de estimação de acordo com o nosso espaço doméstico.

Escolher um companheiro animal para a nossa casa não é uma decisão que possa ser tomada rapidamente. Há vários aspectos a serem avaliados, pois é evidente que os animais têm certas necessidades. A seguir, vamos apresentar uma pequena lista de animais adequados para viver em apartamento.

É importante escolher o animal de estimação adequado?

A resposta é absolutamente afirmativa. Essa é uma decisão que afeta tanto o nosso futuro animal de estimação quanto a nós mesmos, e não se trata apenas da questão do espaço. Outros aspectos também devem ser levados em consideração, tais como as horas de atenção que podemos dedicar a eles, o nosso estilo de vida diário ou o clima da região onde moramos.

É importante ser responsável com a decisão a ser tomada, pois a felicidade e a convivência agradável com o nosso animal de estimação dependerão disso.

Os gatos, animais de estimação ideais

Esse é um dos animais de companhia por excelência. Ele é independente e, por não precisar de passeios, está acostumado à vida dentro de casa. Isso faz dele um dos animais de estimação mais comuns em apartamentos, pois ele se adapta a espaços pequenos e é um companheiro fiel.

animais que podem viver em apartamento

Sem dúvida, eles não deixam de ser animais que precisam de certos cuidados. Outro aspecto importante tem a ver com raça, uma vez que há algumas mais predispostas a viver em apartamento do que outras. As raças mais comuns são o gato persa ou o pelo curto inglês.

A chinchila doméstica, um animal amigável

Estamos diante de um roedor que está se tornando cada vez mais comum como animal de estimação. A chinchila (Chinchilla lanigera × Chinchilla chinchilla) é um animal de estimação gentil e muito sociável que tem uma expectativa de vida de cerca de 10 a 15 anos, podendo ser prolongada em alguns casos.

A chinchila não requer cuidados especiais, apenas uma gaiola adequada ao seu tamanho e com todas as necessidades que possa ter. É conveniente deixar a gaiola em locais frescos e evitar situações estressantes, pois é um animal sereno e que fica estressado facilmente.

O cachorro: a opção usual

Outro dos animais de companhia por excelência é o cachorro, um companheiro fiel e sociável. Assim como acontece com os gatos, é claro que, se não tivermos muito espaço no nosso apartamento, é melhor optar por raças pequenas.

animais que podem viver em apartamento

Algumas opções são:

  • Pequinês.
  • Yorkshire terrier.
  • Schnauzer miniatura.
  • Dachshund Teckel.

Dito isto, é importante enfatizar que os cães precisam de atenção e cuidados diariamente. Além disso, é importante levar em consideração as horas que você passa em casa, o exercício diário e o tempo que você pode dedicar ao seu cachorro para escolher uma ou outra raça.

Peixes de água doce e tartarugas

Nossa última recomendação tem a ver com os animais aquáticos, que certamente são uma boa opção se tivermos um apartamento de pequenas dimensões. Os peixes de água doce se adaptam perfeitamente se fornecermos um aquário adequado ao seu tamanho.

animais que podem viver em apartamento

Entre os peixes para aquários pequenos, o guppy (Poecilia reticulata) se destaca pela simplicidade em relação aos cuidados necessários e por não precisar de um espaço muito grande para viver. Outro exemplo é o peixe betta que, além de tudo, também tem uma beleza extraordinária . Esses animais podem viver em aquários pequenos – de 30 a 40 litros – e se adaptam sem problemas.

animais que podem viver em apartamento

A tartaruga é outra opção dentre os animais aquáticos. Elas são fáceis de criar e muito tranquilas. Tendo um pequeno terrário que combine área seca e um pouco de água, poderemos criar tartarugas sem grandes problemas. Uma boa alimentação, bem como a manutenção do terrário, fará com que cresçam saudáveis.

No entanto, ter uma tartaruga envolve um compromisso de longo prazo, pois são animais que podem viver durante muitos anos e que atingem um tamanho considerável em alguns casos. Portanto, é importante considerar esses dois fatos e ter comprometimento com o nosso animal de estimação.

  • Yuryeva, Y. (2016). Los animales de compañía en el mundo del alojamiento (Bachelor’s thesis).

 

  • Garner, M. M. (2011). Diseases of pet hedgehogs, chinchillas, and sugar gliders. Proceedings of the Association of Avian Veterinarians, Seattle, WA, 351-359.