Um aquário marinho em casa: majestosidade com vários cuidados

11 Outubro, 2020
O cuidado e a manutenção de um aquário marinho são um pouco mais complexos do que os de água doce. No entanto, a paisagem resultante de um aquário de água salgada é espetacular.

Ter um aquário marinho em casa pode não ser um dos hobbies mais baratos que existe. Na verdade, tanto sua montagem quanto a manutenção exigem tempo e dinheiro. No entanto, é possível economizar, pois manter um aquário de 70 litros não é a mesma coisa que manter um de 250 litros.

O que você nunca deve esquecer é que está lidando com seres vivos, cujo bem-estar depende inteiramente de você. Por isso, é imprescindível se informar muito bem sobre o que significa ter um aquário marinho em casa. Além disso, você deve meditar sobre a responsabilidade que isso acarreta.

Um pedaço do mar em casa

Hoje, muitos dos peixes e outros animais que você pode comprar para o seu aquário marinho vêm de criadouros. Mas, por outro lado, outros vêm diretamente do oceano, algo que todos devemos rejeitar.

A extração de espécies do seu ambiente natural nunca é justificada, a menos que seja para fins científicos ou de conservação.

Seja como for, o aquário de água salgada deve imitar na perfeição o habitat desses animais, o que implica recriar as suas condições ambientais. Você conhece as necessidades dos habitantes de um aquário marinho? Aqui nós vamos mostrar para você.

Equipamento necessário para um aquário marinho em casa

O equipamento necessário para iniciar um aquário marinho é um pouco mais complexo e avançado do que o necessário para um tanque de água doce. A seguir, apresentamos uma lista dos principais aparatos que o aquário marinho vai precisar:

  • Um tanque de vidro ou acrílico. Quanto maior for, mais fácil será de manter. Não pode ser inferior a 75 litros.
  • Sal especial para aquários marinhos e uma cubeta para a dissolução.
  • Filtro. São vários tipos: de esponja, de esquina, de cascata, de interior e de placa, entre outros.
  • Cascalho ou areia do mar.
  • Rocha viva que atua como um filtro biológico superior. Fornece bactérias e micro-organismos essenciais para a vida no aquário. Também regula o pH, além de ser um bom abrigo.
  • Termômetro para controlar a temperatura da água.
  • Hidrômetro para medir a densidade da água, ou seja, a quantidade de sal nesses casos.
  • Aquecedor de água para aumentar a temperatura, caso seja necessário.
  • Sifão limpa cascalho ou areia, para manter o substrato limpo.
  • Kits de teste para água. São vários medidores para controlar parâmetros como o pH e várias substâncias dissolvidas.
  • Raspador de algas ou limpador de vidros magnético para remover bolhas de algas que grudam nas paredes do tanque.

Até agora, mencionamos o aparato essencial para manter um aquário marinho em casa. Os aparelhos que veremos a seguir servem para facilitar muito os cuidados com o aquário e, além disso,  permitem que os peixes fiquem mais saudáveis ​​e corram menos risco de adoecer:

  • Skimmer ou separador de proteínas. Esse dispositivo é usado para criar um fluxo de água espumosa típica dos ecossistemas marinhos naturais. Além disso, atua como um poderoso filtro e oxigenador.
  • Luz ultravioleta esterilizadora. Elimina bactérias, vírus, fungos e outros micro-organismos que podem prejudicar os peixes.
Equipamento necessário

Cuidado e manutenção de um aquário de água salgada

Os peixes marinhos precisam de um ambiente muito específico para se manterem saudáveis. Infelizmente, muitos desses animais vêm diretamente do mar, então o aquário deve imitar perfeitamente seu ambiente se você quiser que eles sobrevivam. Para isso, o aquário marinho doméstico deve atender aos seguintes requisitos:

  • Você deve se certificar de que a temperatura do seu aquário permaneça entre 23 e 28 graus Celsius. Esse intervalo faz com que os peixes prosperem, caso contrário, eles podem ficar doentes ou fracos.
  • A água, como é evidente, deve ser salgada. Isso é conseguido misturando sal marinho de aquário com água doce. Embora seja essencial saber a salinidade da água em que costumam viver os peixes que se pretende introduzir, em geral, são adicionados 40 gramas de sal para cada litro de água. Antes de introduzir os peixes, certifique-se de que a densidade da água seja de 1026.
  • Controle o pH da água. Assim, esse é o índice que vai dizer se o ambiente está muito ácido ou alcalino para os animais e plantas do aquário marinho. No caso dos aquários de água salgada, o pH ótimo é o básico, em torno de 8,2.

Limpando um aquário marinho

Outra das ações que devem ser realizadas para que o aquário marinho seja saudável são as limpezas de rotina. Mesmo que você tenha todo o equipamento que existe no mercado, a limpeza do tanque é fundamental. Obviamente, quanto mais avançado for o equipamento, menos sessões de limpeza você terá que fazer.

Para começar, uma troca de água é feita a cada duas semanas ou mais. 10% da água é retirada do tanque e substituída por água nova quando o resto dos elementos são limpos.

Em seguida, retire todos os objetos decorativos e lave-os em uma pia com escova, sem usar sabão. Retire as algas das paredes e, por fim, limpe o substrato.

Limpando um aquário marinho

Em suma, como qualquer outro animal de estimação, os peixes e o aquário marinho em geral, precisam que você invista tempo e muito cuidado. Mas, no final, poder observar o seu magnífico aquário marinho saudável e limpo vai te proporcionar muita alegria, calma e tranquilidade.

  • de Guevara Malibe, S. M. L. (1994). Un acuario marino; su formación y mantenimiento.
  • González Hernández, J. H., Pineda Mercado, R., & Romero Mendoza, O. J. (2020). Sistema de control y monitoreo para acuarios (Aquarium Resort).
  • Teton, J. (2003). Guía técnica de la acuariofilia (Vol. 2). Ediciones AKAL.