O babirussa: origem e habitat

10 Novembro, 2020
O babirussa é um mamífero artiodáctilo, parente dos javalis e porcos. Além da disposição única de suas presas, esse estranho animal também possui muitas outras características notáveis.

Na natureza, é possível encontrar animais tão curiosos quanto o babirussa, um mamífero que lembra um porco. É originário da Indonésia, sendo encontrado apenas em algumas ilhas.

Apesar de ser um mamífero muito parecido com o porco, ele não é muito conhecido fora do seu local de origem. Por isso, vamos mostrar uma série de fatos curiosos sobre esse estranho e fascinante animal.

Babirussa

Esse suíno é parente de outros animais encontrados na família Suidae, tais como javalis ou porcos domésticos. Dentro desse grupo, ele faz parte do gênero Babyrousa, que é formado por quatro espécies diferentes.

Origem

Esse porco peculiar é originário de duas das ilhas Sula, mais especificamente Mangole e Taliaby, bem como de Burur, todas localizadas na Indonésia. Seu nome em malaio significa “porco veado”, um apelido que faz referência às suas presas.

Ao que parece, a espécie também estava presente na ilha de Sulabesi. No entanto, como não há mais a presença desses animais na ilha, eles foram declarados extintos no local. Quanto à forma como chegaram às ilhas, isso não está claro. Parece que existem diferentes opções:

O babirussa: origem e habitat

Características físicas

Em relação à espécie, o babirussa recebe o nome científico de Babyrousa babyrussa. Seu aspecto é muito semelhante ao do porco, embora possua algumas características que permitem distingui-los perfeitamente.

Esse suíno atinge um tamanho de até 80 centímetros de altura e cerca de um metro de comprimento, pesando cerca de 100 quilos. Seu pelo é escasso e espalhado sobre a pele, que é grossa e enrugada.

Outro dos traços mais característicos do babirussa são as presas localizadas no focinho. Elas geralmente são curvadas para cima, de modo que podem perfurar a carne do focinho e atingir a testa.

Além disso, é válido destacar que os caninos superiores, ou presas, estão presentes apenas nos machos. Nas fêmeas, esses caninos mal podem ser percebidos, o que permite determinar um claro dimorfismo sexual.

Habitat e distribuição

Embora muitas das informações sobre o seu habitat ainda sejam desconhecidas, acredita-se que seja igual ou semelhante ao do B. celebensis. Portanto, esse animal pode ser encontrado na floresta tropical, próximo às margens de rios e lagos.

Isso ocorre porque os babirussas adoram passar o tempo submersos na lama ou na água. Essa espécie é predominante no interior da ilha, em comparação com outras espécies do gênero.

Sua presença também foi observada em lagoas salgadas, onde realizam comportamentos relacionados ao cortejo. No entanto, o ambiente principal do Babyrousa babyrussa é aquele que contém árvores Pangium (Pangium edule).

Alimentação

Em relação à alimentação, o babirussa é onívoro, da mesma forma que a maioria dos suínos. Sua dieta é composta por uma grande variedade de alimentos diferentes, tais como folhas, raízes, frutas ou pequenos animais mortos.

Contudo, considerando que eles não caçam para sobreviver, podem ser classificados como necrófagos de pequenos vertebrados ou invertebrados. Eles simplesmente se alimentam de animais que possam encontrar durante sua busca por outros alimentos.

Curiosidades sobre o babirussa

Nem todas as características desse estranho mamífero são baseadas em caracteres morfológicos. A seguir, vamos citar mais algumas curiosidades sobre o babirussa e sua relação com o meio.

Comportamento social

O babirussa é um animal social que geralmente vive em pequenos grupos. Cada grupo é formado por um único macho, várias fêmeas e seus filhotes, embora tenha sido observado que eles interagem pacificamente com outros grupos.

Relacionamento com humanos

O babirussa é um animal de caráter tranquilo, mesmo em cativeiro. Além disso, ele apareceu na literatura como o animal de estimação de um personagem de Júlio Verne. O livro em questão se chama “Vinte Mil Léguas Submarinas”.

Estado de Conservação

Atualmente, o babirussa foi declarado como uma espécie vulnerável localizada em áreas muito específicas. Infelizmente, o número de indivíduos adultos e o estado atual da população são desconhecidos.

Seu declínio na antiguidade foi causado principalmente pela intervenção humana, desde a perda de habitat devido ao corte de árvores até a conversão de terras para a agricultura.

Outra causa, embora menos conhecida, é a sua caça para o consumo, já que ele é considerado uma iguaria. Mais especificamente, as populações não muçulmanas foram responsáveis ​​pela caça ao babirussa.

O babirussa: origem e habitat

Por fim, é possível observar que o babirussa é um animal com um comportamento muito interessante. No entanto, esse mamífero não é um dos mais populares, talvez porque não seja muito conhecido.

Assim, quanto maior o interesse pela natureza e pelas suas curiosidades, mais se pode aprender sobre esses animais. Se a sua curiosidade foi despertada por este artigo, há muitas outras espécies a serem descobertas neste site!