Caminhada diária: cinco motivos para se manter na rotina

16 Outubro, 2020
A maioria dos cães precisa de uma caminhada diária, embora cães muito ativos possam exigir mais. A quantidade e o vigor da caminhada dependerão da raça, da idade e do nível de preparação física do animal.

Em geral, aceitamos o fato de que os animais de estimação têm um efeito benéfico na saúde dos seus tutores. Além disso, a caminhada diária com o cão tem sido apontada como parte do benefício que essa convivência proporciona ao ser humano.

O exercício regular com o seu animal de estimação é bom para a sua saúde e para a do seu cão e pode ser muito divertido. Não há nada como um colega de exercícios esperando na porta com um rabo abanando e super animado! Hoje vamos falar sobre a caminhada diária do cão e por que ela é uma parte tão importante da rotina do animal.

1. A caminhada diária é um excelente exercício físico

Sem dúvida, passear com o cachorro todos os dias é uma ótima maneira de mantê-lo ativo e em boas condições físicas. Hoje em dia, é reconhecido que a caminhada diária ajuda a preservar os músculos e articulações dos cães.

Ressalta-se a importância de manter o cão com um peso saudável. Em caso de excesso de peso, caminhar é uma ótima maneira de ajudar seu cão a perder os quilos extras. Essa intervenção vai reduzir o risco do seu animal de estimação desenvolver doenças crônicas, como hipertensão, doença hepática e diabetes.

Praticar uma caminhada diária é uma das maneiras mais fáceis de manter seu cão em boa forma.

A caminhada diária é um excelente exercício físico

2. Para o cão, caminhar também é um exercício mental

Analisando em detalhes, a caminhada dá ao cachorro a oportunidade de explorar a vizinhança. Na fisiologia canina, a exploração do ambiente é realizada através o olfato. Por esse motivo, é importante não se esquecer de dar ao animal a oportunidade de explorar.

É importante notar o fato de que o principal sentido dos cães é o olfato. Esse sentido poderoso precisa de muito estímulo. Na verdade, grande parte do cérebro canino é dedicado a processar odores. Sem dúvida, a coisa mais simples que podemos fazer para enriquecer sua vida é lhe dar tempo para cheirar as coisas durante as caminhadas.

Obviamente, se essas “paradas para cheirar” forem realizadas sem a coleira, é importante que o cão obedeça ao comando “vamos” para retornar o caminho. Para manter a diversão, é aconselhável alterar o percurso de vez em quando.

A atividade aeróbica regular proporcionada por uma caminhada diária pode melhorar o humor e os níveis de energia do cão.

3. É uma atividade que o ajudará na socialização

Embora possa parecer trivial para nós, para um cão ou filhote tímido, a caminhada diária significa exposição a diferentes pessoas, cães e situações.

É importante notar que as habilidades sociais são reforçadas ao longo da vida do cão com cada nova pessoa e situação. Nesse caso, também é pertinente introduzir pequenas mudanças no percurso, para enriquecer a experiência social.

4. A prática de uma caminhada diária reforça a confiança do seu cão

Outro motivo para caminhar com o cachorro todos os dias é por ser um ótimo jeito de o animal ganhar confiança. Na opinião de especialistas, as rotinas fornecem estrutura e estabilidade. Essa continuidade garante que as necessidades básicas (comida, água e abrigo) estarão disponíveis sempre que o animal precisar.

Além disso, as atividades de rotina, como caminhadas diárias e brincadeiras interativas, contribuem muito para aumentar a confiança, principalmente em cães tímidos ou medrosos. Portanto, caminhar é uma das melhores maneiras de manter seu cão feliz e seguro.

É importante notar que um cão que tem suas necessidades satisfeitas tem menos probabilidade de entrar no modo de sobrevivência. Ou seja, ele não terá vontade de roubar o lixo, devorar a comida do gato ou se divertir mordiscando sapatos.

Reforça a confiança do seu cão

5. A caminhada diária fortalece o vínculo entre o cão e o tutor

Outra razão para manter a prática da caminhada diária é que ela reforça o vínculo que você tem com seu cão. Essa atividade é muito gratificante para os cães e, portanto, tem esse efeito em seu apego e lealdade ao tutor.

Em suma, no caso de cães saudáveis, passear é uma atividade relativamente fácil de realizar, o que proporciona grandes benefícios para a vida do seu animal de estimação. Não se esqueça que, no caso de cães que têm doenças como a osteoartrite, o plano de atividades deve ser sempre consultado com o veterinário.

  • Westgarth, C., Christian, H. E., & Christley, R. M. (2015). Factors associated with daily walking of dogs. BMC veterinary research, 11(1), 116.
  • Hoerster, K. D., Mayer, J. A., Sallis, J. F., Pizzi, N., Talley, S., Pichon, L. C., & Butler, D. A. (2011). Dog walking: Its association with physical activity guideline adherence and its correlates. Preventive medicine, 52(1), 33-38.
  • Robertson, I. D. (2003). The association of exercise, diet and other factors with owner-perceived obesity in privately owned dogs from metropolitan Perth, WA. Preventive veterinary medicine, 58(1-2), 75-83.
  • Slater, M. R., Robinson, L. E., Zoran, D. L., Wallace, K. A., & Scarlett, J. M. (1995). Diet and exercise patterns in pet dogs. Journal of the American Veterinary Medical Association, 207(2), 186-190. https://europepmc.org/article/med/7601712
  • Degeling, C., & Rock, M. (2013). ‘It was not just a walking experience’: reflections on the role of care in dog-walking. Health Promotion International, 28(3), 397-406.
  • Westgarth, C., Christley, R. M., Pinchbeck, G. L., Gaskell, R. M., Dawson, S., & Bradshaw, J. W. (2010). Dog behaviour on walks and the effect of use of the leash. Applied Animal Behaviour Science, 125(1-2), 38-46.