O que são condroprotetores para cães?

18 Setembro, 2020
Os condroprotetores ajudam os nossos animais de estimação a evitar ou aliviar problemas nas articulações. São suplementos alimentares e são obtidos da pele ou de áreas cartilaginosas de outros animais.

Os condroprotetores para cães são produtos utilizados como suplementos alimentares para lesões articulares.

Às vezes, podem ser usados ​​quando a lesão articular já ocorreu e, em outros casos, podemos usá-los para evitar o seu aparecimento, ou pelo menos para que demore mais a aparecer.

Algumas raças de cães apresentam uma predisposição genética para esses tipos de problemas. Geralmente, ocorrem em animais de maior tamanho e peso, pois eles sofrem mais problemas na cartilagem e nas articulações.

Os condroprotetores serão sempre de grande ajuda para os nossos animais de estimação, colaborando para o seu bem-estar e para que suas articulações sejam mais saudáveis.

Lesões articulares em que é possível usar condroprotetores

É preciso sempre levar em consideração que em todas essas condições a idade do animal, o nível de atividade física, o excesso de peso e a alimentação têm um papel importante no seu desenvolvimento. Aqui, vamos apresentar algumas das patologias mais comuns:

  • Artrose

A artrose é uma doença articular degenerativa progressiva mais comum em cães idosos. Consiste na destruição da cartilagem que cobre e protege as articulações e, às vezes, um crescimento ósseo anormal pode se formar ao redor dela.

Alguns sintomas para identificar que nosso amigo peludo tem artrose são: claudicação, dificuldade para se levantar, recusa a passear ou rigidez ao acordar.

  • Artrite

Essa condição é semelhante à artrose, pois provoca desgaste da cartilagem que envolve as articulações e a consequente degradação do osso. A principal diferença para a artrose é que a artrite pode surgir não de problemas degenerativos, mas de infecções, traumas ou doenças autoimunes.

  • Displasia do quadril

É uma doença genética que afeta a mobilidade do quadril, como o nome sugere. Não se desenvolve até os 5-6 meses de vida do cão, mas é normal descobri-la na idade adulta, a menos que sejam realizados testes de diagnóstico precoce.

A displasia do quadril é uma condição dolorosa para o cão que às vezes pode incapacitar seus membros posteriores.

  • Traumatismos

Um traumatismo pode ser causado por um golpe ou queda feia, e o quadro clínico varia de acordo com a sua intensidade.

Se essa situação afetar a articulação, vai ocorrer um traumatismo articular que terá causado danos à cartilagem e/ou ao osso em diferentes graus. Existem ferimentos leves, mas também há outros mais complexos, com uma cicatrização mais lenta ou que duram uma vida inteira.

Nesses dois últimos casos, os condroprotetores ajudam a aliviar a dor de nosso fiel companheiro.

Lesões articulares em que é possível usar condroprotetores

Principais tipos de condroprotetores para cães

Os condroprotetores para cães geralmente são compostos de glucosamina e condroitina, que são os principais componentes com os quais o corpo do animal constrói colágeno.

Geralmente, esses compostos são gerados de forma autônoma pelo mecanismo celular dos cães, mas, quando nos encontramos em uma situação de dores nas articulações ou nosso cão está envelhecendo, a produção dessas substâncias deixa de ser tão intensa.

  • Nessas situações, o uso de condroprotetores como suplemento alimentar se torna fundamental para a saúde do nosso animal de estimação.

Os condroprotetores geralmente são obtidos de partes de animais como orelhas, pernas e o rosto de porcos, traqueias de cordeiros, porcos ou vacas, pele de frango, e mexilhões, amêijoas e polvos.

Abaixo, vamos especificar os elementos que podem contribuir para a saúde do animal, sendo úteis para o alívio das doenças acima descritas:

É um dos componentes estruturais dos tecidos conjuntivos, como a cartilagem, os tendões, os ligamentos e a pele. Além disso, melhora a função articular e também reduz a inflamação e a dor, enquanto hidrata a cartilagem.

É o principal componente da cartilagem e é a molécula necessária para a produção do glicosaminoglicano, responsável pela formação e reparação da cartilagem.

Melhora a mobilidade articular, alivia a dor articular e retarda a deterioração da cartilagem. O sulfato de condroitina juntamente com a glucosamina podem reverter a perda de cartilagem.

É encontrado naturalmente no corpo, principalmente na pele, no humor vítreo e nas articulações. Está principalmente concentrado no líquido sinovial e na cartilagem.

Reduz a dor e a inflamação da articulação, e é possível que o líquido sinovial também seja recuperado, essencial para sua movimentação correta.

Ácido hialurônico

Como usar os condroprotetores

A primeira coisa e a mais importante: será sempre o veterinário quem vai determinar os problemas do nosso cão e vai nos indicar qual tipo de condroprotetor ele deve tomar, em que quantidade e com que frequência.

Geralmente, os condroprotetores são apresentados na forma de comprimidos ou grânulos, sendo a ingestão oral simples para o animal. É preciso também observar que devem sempre ser tomados como suplemento alimentar, e não como tratamento único para a resolução de problemas articulares.

Embora pudéssemos obtê-los facilmente das citadas partes dos animais, não seria suficiente, já que os condroprotetores devem ser tomados em uma determinada concentração para que seu uso seja eficiente para a saúde dos nossos peludos.