Crocodilo-de-água-salgada: habitat e características

31 Janeiro, 2020
Com uma mandíbula que possui entre 64 e 68 dentes, o crocodilo-de-água-salgada é uma espécie que causa milhares de mortes humanas por ano.
 

O crocodilo-de-água-salgada é o maior réptil vivo da Terra, com espécimes que atingem sete metros e excedem uma tonelada. Essas dimensões, juntamente com sua capacidade de nadar e sua ferocidade, fazem dele um superpredador para todos os tipos de animais, incluindo seres humanos.

Habitat

O crocodilo-de-água-salgada (Crocodylus porosus) é encontrado principalmente na região norte da Austrália e nas ilhas da Nova Guiné e da Indonésia. No entanto, também foi constatada sua presença em outros territórios da Ásia oriental.

Devido a sua alta tolerância à salinidade, geralmente habita regiões costeiras, embora também frequente rios e pântanos de água doce.

A alternância de diferentes ambientes aquáticos está intimamente relacionada ao período reprodutivo, momento em que os machos dominantes monopolizam ambientes de baixa salinidade para usá-los como criadouro. Esse fato implica a movimentação de crocodilos jovens para regiões marinhas.

Características físicas do crocodilo-de-água-salgada

O crocodilo-de-água-salgada é o maior réptil vivo, com espécimes, no caso dos machos, que alcançam os sete metros e excedem uma tonelada. As fêmeas, por sua vez, geralmente não excedem três metros.

O maior réptil da Terra
 

Sua pele apresenta uma tonalidade variável em diferentes estágios de desenvolvimento: é amarelada ou esverdeada com listras pretas durante seu crescimento e se torna cinza escuro com listras laterais e o ventre claro na maturidade.

Ao contrário de outros crocodilos, sua cabeça atinge volumes maiores e tem uma mandíbula com 64 a 68 dentes. Como uma característica distintiva, destacam-se algumas saliências ósseas que se estendem desde os olhos até o focinho e são conhecidas como ‘cristas’.

Características reprodutivas

O período reprodutivo ocorre durante a estação chuvosa, nos meses de novembro a março. As fêmeas atingem a maturidade sexual quando alcançam 10 anos, enquanto nos machos isso geralmente é adiado por mais seis anos.

O período de incubação é de 90 dias, intervalo em que a fêmea protege ninhadas compostas por 40 a 60 ovos.

Esses ninhos geralmente estão localizados nas margens dos rios, protegidos por ramos e terra, e chegam a alcançar dois metros de comprimento. Para evitar que encharquem diante de inundações frequentes, eles são dispostos como “montanhas”.

A determinação do sexo dos ovos está diretamente relacionada à temperatura de incubação, de aproximadamente 31,6 ° C, sendo a mais propícia para gerar uma prole masculina. Uma vez eclodidos os ovos, a fêmea carrega as crias na boca até que possam nadar sozinhas.

Hábitos alimentares e comportamentais

O crocodilo-de-água-salgada é caracterizado por sua ferocidade e praticamente nenhuma presa resiste a ele. Durante sua fase juvenil, limita-se à captura de pequenos anfíbios, insetos e pequenos crustáceos, enquanto na fase adulta opta por animais maiores, sejam peixes, mamíferos ou até mesmo outros répteis.

 
Crocodilo-de-água-salgada

Esses superpredadores costumam preferir o horário noturno para caçar; esperam pacientemente nas margens dos rios ou áreas costeiras para se aproximarem de suas presas.

Na maior parte do tempo, ficam submersos para regular sua temperatura corporal, embora, analogamente aos répteis terrestres, eles também fiquem em rochas para se aquecerem com a radiação solar.

No ambiente terrestre, devido às suas grandes dimensões e alto peso, eles se movem lentamente. No entanto, uma vez na água, o poder exercido pela sua cauda os torna animais muito rápidos.

Estado de preservação do crocodilo-de-água-salgada

Segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN), esta é uma espécie de baixo risco. No entanto, sua população diminuiu em algumas das regiões geográficas que frequentava no passado, como Sri Lanka e Tailândia, devido à perda de habitat costeiro e à caça furtiva pela comercialização de sua pele.

Mesmo assim, nesse caso, é o homem que está mais “ameaçado” diante dos encontros com esse superpredador, e milhares de mortes são registradas todos os anos.