Como cuidar de um filhote de Boston terrier

31 Julho, 2020
O Boston terrier é um cachorro muito popular, de tamanho pequeno e com orelhas pontudas. Se você planeja levar um deles para casa, precisa saber quais são os principais cuidados necessários desde filhote.

Originário dos Estados Unidos, o Boston terrier é um cachorro pequeno, conhecido por suas orelhas pontudas e seu focinho achatado. Neste artigo, vamos falar sobre os principais cuidados necessários enquanto forem filhotes.

Como cuidar de um filhote de Boston terrier?

Como primeiro passo, você precisa conhecer algumas características da raça. Por exemplo, o fato de que é um animal de estimação muito carinhoso, ideal para casas com crianças, e que adora brincar até se cansar.

O Boston terrier é pequeno, o que o torna adequado para os apartamentos urbanos, e não requer muitos cuidados porque apresenta uma pelagem curta. Tenha em mente as seguintes dicas se quiser adotar um filhote dessa raça:

1. Alimentação

Ele não precisa de uma grande quantidade de comida diariamente, mas precisa ter uma dieta variada. Consulte o veterinário para saber quais são as quantidades apropriadas ao seu cachorrinho. Uma recomendação é que a sua dieta seja composta de 50% de ração, 25% de carne e 25% de vegetais.

Lembre-se de que os cães não podem comer gorduras ou açúcares – como o chocolate, por exemplo – e não se esqueça de trocar a água dele todos os dias, principalmente quando estiver calor.

2. Passeios

Os filhotes de Boston terrier são muito ativos. Portanto, a partir do momento em que forem autorizados a sair, recomendamos que sejam levados para passear pelo menos uma vez por dia. Conforme os meses forem passando, o número de caminhadas diárias deve aumenta para três, mesmo que sejam curtas (de pelo menos 10 minutos).

Boston terrier

Além do passeio, você terá que brincar bastante com seu filhote. Você pode comprar brinquedos para ele ou fazer os seus próprios mordedores com trapos velhos ou cordas. Tente fazer com que ele se canse o suficiente para que não destrua nada em casa, principalmente se for deixado sozinho.

3. Escovação

Como o Boston terrier tem pelo curto, não é necessário escová-lo todos os dias. Uma escovação semanal será o suficiente para remover os pelos mortos e a sujeira.

Se você quiser dar banho no seu cachorro, faça isso uma vez por mês usando um shampoo especial para animais. Certifique-se de limpar bem as orelhas e o focinho, duas áreas ‘problemáticas’ da raça. Além disso, ter as unhas cortadas por um profissional evitará lesões ou infecções.

Além disso, você pode levar seu cãozinho ao veterinário para uma limpeza profunda dos dentesAssim, serão evitados os problemas dentários, típicos nos Boston terrier. Isso é recomendado a partir do primeiro ano de vida.

4. Saúde

Existem alguns problemas médicos que podem afetar seu Boston terrier, mesmo enquanto ele ainda é um filhote. Por exemplo, essa é uma raça propensa a desenvolver hipotireoidismo, problemas respiratórios, por causa do tamanho e do formato do focinho, e tumores de pele.

Boston terrier

Para evitar ou tratar essas patologias a tempo, é necessário levá-lo ao veterinário pelo menos duas vezes ao ano. Um checkup completo vai garantir que, ao menor indício de doença, sejam encontrados métodos adequados para controlar ou curar o problema.

Lembre-se também de que, até completar um ano de vida, os filhotes – de qualquer raça – devem ser levados para consultar um especialista todos os meses, para que as vacinas necessárias sejam administradas em tempo hábil.

Além disso, por causa do formato dos olhos (saltados), o Boston terrier é propenso a infecções e problemas oculares. Por isso, evite que ele coloque a cabeça para fora da janela do carro ou que ele brinque perto de galhos ou arbustos no parque.

5. Treinamento

Os filhotes de Boston terrier podem ser facilmente adestrados, embora às vezes seja difícil que eles aprendam a fazer as necessidades fora de casa. O treinamento precoce é essencial para que eles possam incorporar certos hábitos e mantê-los ao longo do tempo.

Recomendamos que você use uma forma positiva de treinamento. Ou seja, não grite com ele quando ele não cumprir uma indicação e dê recompensas quando ele agir corretamente. Seja paciente até que ele aprenda a dominar certos instintos e permita a socialização precoce para evitar comportamentos perigosos ou destrutivos.

Seguindo todas essas dicas, seu filhote de Boston terrier vai crescer saudável e forte e será muito obediente e feliz.

  • Bell, J., Cavanagh, K., Tilley, L., & Smith, F. (2014). Boston Terrier. In Veterinary Medical Guide to Dog and Cat Breeds. https://doi.org/10.1201/b16185-35