Dicas para fazer um piquenique para cães

30 Julho, 2020
Planejar um passeio com o nosso animal de estimação promove o vínculo mútuo.

Preparar um piquenique para cães aparentemente é um plano que não apresenta muita complexidade. No entanto, além do nosso animal de estimação, da comida e do destino, há vários outros fatores que também devem ser levados em consideração.

Sem dúvida, uma das vantagens de ter um cachorro é a possibilidade de se divertir com ele fora do ambiente doméstico. Assim, uma opção agradável e ao mesmo tempo saudável, tanto para o cachorro quanto para o dono, pode ser a de compartilhar uma refeição em meio à natureza.

No entanto, para que a experiência seja satisfatória, é bom conhecer as recomendações de veterinários e etólogos sobre como preparar um piquenique para cães:

  • Escolher um local adequado, seja em um ambiente rural ou em um parque urbano com as condições necessárias para isso. Em ambos os casos, a tranquilidade da área deve ser garantida, além de evitar perturbar possíveis indivíduos que não façam parte do passeio.
  • Se o destino escolhido ficar localizado no campo, é necessário se certificar antecipadamente sobre a existência de reservas de caça ou de travessias de gado ativas. Além disso, o cachorro deve ser educado para se manter ao lado do dono mesmo sem coleira e para cumprir as ordens dele sem hesitar.
  • Embora a proteção contra parasitas seja aconselhável também dentro do núcleo urbano, ainda mais durante os meses de primavera e verão, o uso de pipetas ou coleiras antiparasitárias é uma prioridade em ambientes naturais.
  • Acondicionar o veículo para transportar o animal de estimação: Além de ter uma caixa de transporte ou um sistema de contenção adequado no caso de cães maiores, também é bom levar um brinquedo para distrair o animal na viagem. Em rotas mais longas, também é aconselhável ter bebedouros portáteis.
  • Preparo da comida. Organizar um piquenique para cães não significa que a dieta do nosso animal de estimação possa ser ‘flexibilizada’. Portanto, devemos manter uma atitude estrita entre a nossa alimentação e a do nosso companheiro canino. Esse aspecto é essencial não só para evitar futuros conflitos domésticos, como também para a própria saúde do animal.
Dicas para fazer um piquenique para cães

Piquenique para cães: mais algumas recomendações

Os veterinários alertam que muitos dos distúrbios gastrointestinais caninos ocorrem por causa de comportamentos excessivamente permissivos dos tutores.

Apesar de existirem alimentos que não apresentam risco aparente, outros são classificados como ‘proibidos’. Entre eles, destacam-se os laticínios, os abacates, as frutas com sementes (prejudiciais para os rins) e qualquer tipo de doce.

Por outro lado, ser rigoroso com a alimentação do nosso animal de estimação também implica estar atento para que ele não coma nenhuma planta. A chamada purga, frequente em cães que querem aliviar um mal-estar gastrointestinal, pode ser ainda mais perigosa em ambientes onde há vegetação abundante, desconhecida e talvez tóxica.

Portanto, devemos estar atentos ao nosso cachorro em todos os momentos:

  • Se o passeio for durar mais de um dia e não tivermos uma casa no local, é útil procurar albergues, casas de campo ou hotéis que permitam a entrada de animais de estimação.
  • Se, ao contrário, você optar por acampar, existem marcas especializadas que oferecem barracas de camping para cães que são mais confortáveis ​​do que a caixa de transporte.
Dicas para fazer um piquenique para cães

Preparar uma refeição ou um passeio em um ambiente natural junto com o cachorro pode ser uma alternativa diferente e, ao mesmo tempo, reconfortante.

Entre outras coisas, essa atividade promove o vínculo entre os dois ou a socialização, caso seja um passeio em grupo. Além disso, também serve para testar o grau de adestramento para que, a partir dele, seja possível programar futuras atividades conjuntas.

  • Ecoinventos. (2018). 21 alimentos prohibidos para los perros. Recuperado de https://ecoinventos.com/10-alimentos-prohibidos-para-los-perros/
  • Vílchez, N. (2018). Guía Repsol. Cómo hacer de tu perro el mejor aliado en la sierra. Recuperado de https://www.guiarepsol.com/es/viajar/con-mi-mascota/como-aventurarte-en-la-montana-con-tu-mascota/