Doença de Addison em cães: sintomas e tratamento

19 Julho, 2020
A doença de Addison em cães é uma doença grave que pode ser tratada para que seu animal de estimação tenha uma vida plena e feliz.
 

Conhecida no mundo veterinário como hipoadrenocorticismo, a doença de Addison em cães produz nos animais de estimação sintomas muito semelhantes aos sofridos pelos seres humanos que têm esse problema.

Ela ocorre quando o corpo do cachorro é incapaz de produzir por conta própria a quantidade correta de certos hormônios, como, por exemplo, o cortisol. As glândulas suprarrenais produzem menos hormônios do que o normal ou nenhum hormônio, causando uma infinidade de problemas para o animal.

Embora não seja necessariamente fatal, é uma condição que deve ser tratada de forma rigorosa para que o cachorro possa ter uma vida normal. Além disso, a detecção precoce faz toda a diferença.

Sintomas da doença de Addison em cães

Devido ao tipo de desenvolvimento da doença de Addison em cães, é muito difícil perceber o problema até que o animal apresente sintomas graves e severos. É difícil que um veterinário afirme que o animal sofre dessa doença desde o princípio, uma vez que os sintomas são semelhantes aos de outras doenças mais comuns.

Doença de Addison em cães

O cachorro gradualmente passa a apresentar vômitos e diarreia cada vez mais frequentes, enquanto perde peso gradualmente até atingir níveis de anorexia. A primeira coisa que você vai notar será a perda da vitalidade, com o cachorro demonstrando menos força do que costuma ter e até mesmo um pouco de depressão.

 

Fica mais evidente de que se trata da doença de Addison quando o cachorro começa a apresentar tremores e sua frequência cardíaca cai acentuadamente. Nesse momento, a gravidade é extrema e ele deve ser tratado o mais rápido possível.

Se o cachorro tiver esses sintomas por causa da doença de Addison, os vômitos ou a diarreia vão reaparecer. Pelo contrário, em outras doenças mais comuns basta um tratamento simples para que o problema seja resolvido de forma definitiva.

Para detectar a doença, o animal deve ser submetido a uma análise minuciosa, com exames de sangue, urina, radiografia da região abdominal e, se necessário, também uma ecografia da região abdominal.

Se a partir do resultado desses exames o veterinário acreditar que possa se tratar dessa doença, para ter 100% de certeza ele vai solicitar um exame chamado teste de estimulação com ACTH.

O ACTH é o hormônio que estimula as glândulas suprarrenais, responsáveis ​​pela liberação de glicocorticoides e mineralocorticoides. Esse teste requer algumas horas de hospitalização, mas seu resultado vale a pena.

Tratamento da doença de Addison em cães

O risco para a vida do animal depende do estado de desenvolvimento da doença. Se ela for detectada precocemente, poderá ser controlada sem problemas. Mas, se estiver em um estado avançado no qual o cachorro apresenta pulso fraco e pressão arterial muito baixa, sua vida corre um sério risco.

Doença de Addison em cães
 

A primeira coisa a fazer é administrar líquidos por via intravenosa para hidratar o animal. Uma vez que o cachorro estiver com um nível de hidratação aceitável, ele deve receber os hormônios que seu corpo não é capaz de produzir por conta própria.

Primeiramente, são administrados os glicocorticoides, embora alguns animais também precisem de mineralocorticoides, que podem ser administrados por meio de comprimidos ou por via intravenosa.

O lado ruim é que, com isso, a doença não é curada. Os sintomas apenas serão camuflados ao adicionar o que o corpo precisa para manter seu estado ideal. Como consequência, a doença de Addison em cães exige que você leve o seu animal de estimação ao veterinário regularmente para manter seus hormônios em níveis ideais.

Como ponto positivo, o tratamento permite que os cães que sofrem dessa terrível doença levem uma vida plena, com toda a vitalidade que tinham antes. Às vezes é necessário modificar as doses de hormônios para mantê-los 100% ajustados. No entanto, apesar de viver com uma doença crônica, o cachorro terá uma vida plena e feliz.

 

Adisen, Asociación Nacional de Addison y otras enfermedades endocrinas.

  • adisen.es/enfermedades-endocrinas-de-mascotas/perros/enfermedad-de-addison-o-hipoadrenocorticismo

Vet Street, septiembre de 2012.

  • http://www.vetstreet.com/care/enfermedad-de-addison

Portal Veterinaria, julio del 2017.

  • www.portalveterinaria.com/articoli/articulos/27348/diagnostico-del-hipoadrenocorticismo-canino-y-felino.html