O golfinho-branco chinês e sua reprodução

22 Agosto, 2020
O golfinho-branco chinês se caracteriza pela cor rosada da pele que alguns indivíduos podem apresentar.

O golfinho-branco chinês possui características físicas que variam um pouco de acordo com a região geográfica onde o animal vive. Por exemplo, os espécimes masculinos da costa de algumas regiões exibem um dimorfismo sexual que outras populações não apresentam.

Em geral, têm um corpo hidrodinâmico, com um bico longo e fino, e uma barbatana dorsal com uma corcunda de gordura.

Os golfinhos que habitam as águas orientais têm uma barbatana dorsal curta, cuja base larga desce gradualmente pelas costas. Em contraste, os indivíduos nos territórios ocidentais têm uma barbatana dorsal mais curta e curva. A corcunda representa entre 5 e 15% do seu comprimento total.

Características do golfinho-branco chinês

A principal característica do golfinho-branco chinês é a corcunda na barbatana dorsal e a cor rosada da pele que muitos espécimes apresentam. Trata-se de um golfinho de pequeno porte em comparação com outros indivíduos de mesma espécie. Mede entre 2 e 2,8 metros de comprimento e seu peso varia de 150 a 200 kg.

Os espécimes adultos das costas chinesas têm uma aparência rosada graças aos vasos sanguíneos abaixo da pele, não porque sua pele tenha essa cor. Enquanto isso, os indivíduos jovens são cinzentos.

Distribuição e habitat

O golfinho-branco chinês está distribuído apenas nas águas dos oceanos Índico e Pacífico, desde o norte da Austrália até o leste da China, bem como no arquipélago Indo-Malaio, na Baía de Bengala e no Golfo da Tailândia.

O golfinho-branco chinês e a sua reprodução

Eles preferem habitar águas quentes e temperadas, com temperaturas acima de 15° C e profundidade média de 20 metros. Vivem em costas abertas, baías, estuários, manguezais, bancos de areia, recifes, lagoas costeiras e na foz dos rios, ou em áreas próximas a todos esses habitats.

Acasalamento e reprodução

As fêmeas atingem a maturidade sexual aos 9 ou 10 anos de idade e os machos mais tarde, entre os 12 e os 13 anos. A estação reprodutiva ocorre durante os meses de primavera e verão, embora possa durar até o outono.

Há pouca informação sobre os hábitos reprodutivos desse golfinho, e menos ainda sobre os seus métodos de cortejo. Os estudos e observações indicam que essa espécie tem como principal estratégia reprodutiva a busca de um único parceiro para se acasalar. Ou seja, são monogâmicos.

Após um período de gestação de 10 a 12 meses, a fêmea dá à luz um único filhote com um metro de comprimento, objeto de cuidados maternos dedicados, mesmo após o desmame, que ocorre quando o filhote tem aproximadamente dois anos de idade. Curiosamente, o cuidado materno não ocorre em indivíduos que vivem nas costas da África do Sul (tipo Plumbea) e de Hong Kong.

Comportamento do golfinho-branco chinês

O golfinho-branco chinês mostra um comportamento ligeiramente menos social do que outras espécies, já que é frequentemente visto nadando sozinho.

Isso não significa que eles não formem grupos, mas estes geralmente compreendem menos de 10 membros e, às vezes, têm 25 ou mais indivíduos. Além disso, as relações entre os membros não são próximas, exceto entre as mães e seus descendentes.

O golfinho-branco chinês e a sua reprodução

Essa espécie pode permanecer mais de quatro minutos debaixo d’água sem sair para a superfície. Às vezes, pula para fora da água e atinge a superfície com as barbatanas, mas não faz saltos e truques frequentes.

Esses golfinhos geralmente evitam os barcos, a menos que sejam barcos de pesca. Nesses casos, eles podem ser vistos juntamente com outras espécies de golfinhos e até mesmo outros animais, tais como baleias e gaivotas.

Comunicam-se por meio de assobios e chilreios. Além disso, é considerado um animal migratório que viaja mais de 120 quilômetros longe de sua casa. Isso ocorre principalmente no verão em regiões próximas ao continente africano.

Ameaças e conservação

Os tubarões são os únicos predadores conhecidos desse golfinho. Embora alguns pensem que eles também sejam vítimas das orcas, não há relatos confiáveis ​​sobre esse fato. Suas principais ameaças estão relacionadas a atividades antropogênicas que também colocam em risco a vida de outros golfinhos. São elas:

  • Captura intencional por causa da sua carne e gordura.
  • Captura acidental com redes de pesca de arrasto.
  • Contaminação do habitat.
  • Diminuição da quantidade de peixes dos quais se alimentam e a fragmentação da cadeia alimentar.
  • Desenvolvimento costeiro que degrada o seu habitat (urbanização).

Por causa dessas ameaças, as populações diminuíram drasticamente. Seu estado de conservação é descrito como ‘quase ameaçado’ na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN).

https://www.whalefacts.org/chinese-white-dolphin-facts/