A hidratação dos roedores

05 Agosto, 2020
A desidratação pode matar um roedor em menos de 48 horas. O pior nessas circunstâncias é que muitos animais se recusam a comer ou beber quando estão doentes.

A boa hidratação dos roedores é um ponto que todos os donos desse tipo de animal de estimação não devem negligenciar. Os roedores são excelentes animais de estimação para as crianças, desde que recebam os cuidados adequados. Eles raramente mordem quando são manuseados com cuidado.

Alguns desses animais são tímidos e socializam apenas com as pessoas do seu entorno imediato. No entanto, é divertido ver como eles se comportam na toca ou enquanto procuram comida e brincam.

Através do seu comportamento, é possível determinar o quão saudável o animal está. Assim, proporcionar a ingestão equilibrada de alimentos e a hidratação necessária terá como resultado um roedor feliz.

Dieta para roedores

Assim como acontece com qualquer outro animal de estimação, é necessário sempre proporcionar alimentos de boa qualidade e água limpa e fresca. Na natureza, esses animais se alimentam de folhas, sementes, raízes, frutas e insetos.

As típicas dietas de manutenção contêm aproximadamente 14% de proteína e de 4% a 5% de gordura, enquanto as dietas de crescimento e reprodução contêm de 17% a 19% de proteína e de 7% a 11% de gordura. É aconselhável consultar o veterinário sobre quais alimentos são mais benéficos para o seu roedor em particular.

A hidratação dos roedores

O apetite do animal deve ser monitorado de perto. Muitos fatores afetam a ingestão de alimentos pelos roedores, incluindo a temperatura ambiente, a umidade, a qualidade dos alimentos, o estado reprodutivo e a saúde dos animais.

Em média, um roedor adulto consome aproximadamente 15 gramas de comida e 15 mililitros de água para cada 100 gramas de peso corporal, diariamente. O consumo inadequado de água leva à desidratação, a um menor peso corporal, à infertilidade e à morte.

Os roedores bebem apenas uma fração do volume total da garrafa que dispensa o líquido vital, mas a garrafa deve ser esvaziada, limpa e novamente abastecida com água fresca diariamente. Isso impede que a água fique contaminada e acabe se tornando uma fonte de bactérias que vão afetar a saúde do animal.

A hidratação dos roedores

Se quisermos que o nosso animal de estimação se mantenha saudável, devemos cuidar da sua alimentação e também mantê-lo bem hidratado. Um dos principais sintomas da falta de hidratação em roedores é a letargia. Também é possível observar falta de apetite, olhos fundos, gengivas pegajosas e prisão de ventre.

Os roedores não vomitam, mas podem ter episódios de diarreia grave combinados com dificuldade para defecar. Para diagnosticar a desidratação no seu roedor, o veterinário vai se basear no histórico de anorexia, vômitos e perda adicional de líquidos, juntamente com um exame físico.

A hidratação dos roedores

Uma boa hidratação dos roedores pode ser a terapia médica mais importante administrada a animais doentes, embora seja improvável que um roedor queira beber água enquanto estiver doente. Por isso, é vital manter hábitos saudáveis ​​para a hidratação dos roedores que estejam sob os seus cuidados.

Animais de estimação desidratados não conseguem combater as doenças de forma eficaz, não se alimentam bem e não conseguem metabolizar os nutrientes com eficiênciaA hidratação dos roedores favorece a boa circulação em órgãos como o fígado e os rins. Se houver desidratação, esses órgãos não conseguem desempenhar funções vitais, tais como a desintoxicação ou a eliminação de resíduos.

Monitorar a boa hidratação dos roedores

Existem várias doenças que podem causar desidratação no seu animal de estimação, mas a causa mais frequente é a diarreiaEsse é um problema comum que geralmente ocorre por causa do estresse. Contudo, não devemos descartar infecções ou problemas digestivos causados por alimentos em más condições ou com pouco conteúdo nutricional.

A falta de hidratação dos roedores pode provocar a morte em poucas horas, portanto, tenha cuidado. A diarreia pode se resolver facilmente por conta própria. No entanto, é importante monitorar o roedor de perto e usar um conta-gotas para forçá-lo a beber água. Se os sintomas persistirem por mais de dois dias, leve-o ao veterinário para que seja examinado.

Mantenha o seu roedor nas condições mais limpas possíveis e com o conforto que ele precisa e merece. Sempre se certifique de que há comida e água fresca o suficiente. Além disso, garanta que ele tenha a quantidade de exercício e de descanso diário que permitam que ele mantenha uma boa saúde.

  • https://rodentfriends.com/can-rats-eat-grapes/
  • https://www.lbah.com/fluid-therapy/
  • https://pethelpful.com/rodents/How-to-spot-a-sick-Mouse