História das civilizações e dos elefantes

27 Março, 2020
Os usos aos quais os elefantes foram submetidos ao longo da história em diferentes civilizações foram variados. No entanto, eles não eram tão diferentes dos que ainda vemos hoje.
 

A história das civilizações e dos elefantes remonta a tempos imemoriais. No entanto, a primeira evidência de elefantes em cativeiro data de 4.500 anos atrás, no Paquistão. Portanto, a maioria dos elefantes usados ​​por civilizações antigas ou modernas veio diretamente da natureza.

História das civilizações e dos elefantes

Por serem os maiores e mais poderosos animais terrestres, os elefantes sempre despertaram curiosidade, inveja e medo. Eles foram adorados e punidos em proporções iguais, tanto nos tempos antigos quanto nos dias atuais.

História das civilizações e dos elefantes

As três espécies de elefantes existentes hoje – a asiática, da savana e a africana – foram treinadas para uso em cativeiro. Ao longo da história, muitos usos variados foram descritos. Seu papel em vários eventos históricos é irrefutável e nos ajuda a entender a relação que essa espécie tem com o ser humano.

Elefantes de guerra

A Índia do período védico

Os elefantes fizeram parte das forças armadas hindus desde o início dos tempos. Inúmeras histórias dos tempos antigos incluem o uso de elefantes como animais de batalha.

As primeiras notícias de um elefante morto em combate na Índia datam de 1100 a.C

 

Império Helenístico

A Grécia antiga possui inúmeros dados sobre a importância dos elefantes nas batalhas que derrotaram o Imperador Ciro da Pérsia, em 530 a.C. As histórias se tornam ainda mais detalhadas na batalha entre Alexandre, o Grande, e Dario III da Pérsia, em 331 a.C.

Países do sul do Mediterrâneo

Em outra subdivisão do Império Alexandrino, Ptolomeu I do Egito construiu seu próprio exército de elefantes. Tudo começou com os 43 elefantes asiáticos que ele capturou durante a batalha de Gaza em 312 a.C. O seu filho, Ptolomeu II, incorporou vários elefantes africanos a esse exército.

Países asiáticos

Durante o primeiro milênio a.C, a Índia viu diversos impérios hindus caírem. Em todos eles, os elefantes se mostraram uma parte importante dos conflitos militares.

Elefantes cerimoniais

Como o seu tamanho os faz parecer impressionantes, os elefantes sempre foram usados ​​como um símbolo de poder. A sua manutenção também exige muitos recursos, o que é indicativo do status de seus donos.

Estátua de elefante

No Império Romano, os elefantes capturados após as batalhas eram levados para as arenas de gladiadores. Lá, eles eram torturados e obrigados a lutar contra outros animais e contra os próprios gladiadores.

 

Mais tarde, esses animais se tornaram o presente perfeito para os reis europeus. Em 1230, o sultão do Cairo deu um elefante ao rei Frederico da Sicília, que ele imediatamente usou para fazer sua entrada triunfal em Milão.

História das civilizações e dos elefantes: animais de trabalho

Países asiáticos

Se o seu uso como animal de guerra é histórico, não é preciso dizer que ele também foi muito usado como animal de carga. Wylie sugere que o uso de elefantes para a construção, exploração madeireira e transporte data de 2000 a.C.

Devido ao seu tamanho, força e inteligência, eles foram considerados máquinas vivas para muitos trabalhos. Porém, devido à baixa importância relativa desses trabalhos, eles são pouco mencionados nos livros.

Países africanos

Mais de 2.000 anos depois que Cartago treinou elefantes para a guerra, o rei Leopoldo da Bélgica criou uma escola de trabalho para eles no Congo. Em 1910, já tinha 35 exemplares no que ficou conhecido como Centro de Domesticação de Elefantes, embora o mesmo tenha sido abandonado durante praticamente toda a Primeira Guerra Mundial.

Elefante na natureza

Elefantes de circo

 

Os primeiros elefantes que participaram de apresentações remontam à Índia Védica de 1000 a.C. Desde então, esses animais não tiveram descanso.

Além da sua tortura nos anfiteatros romanos que mencionamos anteriormente, eles também foram treinados para entreter o público nos circos da época. Seu repertório incluía andar sobre uma corda, usar trajes chamativos, atirar facas com os chifres, etc .

O conceito de circo moderno teve origem na Europa do século XIX, na Inglaterra e na França. Ele se espalhou por todo o mundo até chegar à América, de modo que em 1887 já havia um circo com 160 elefantes.

Elefantes usados em circos

História das civilizações e dos elefantes: zoológicos

Os elefantes são mantidos em cativeiro como parte de coleções há mais de 3.500 anos. A antiga cidade mesopotâmica de Ur – 2000 a.C – já os mantinha em zoológicos para a exposição ao público.

Hoje, os elefantes continuam sendo uma das principais atrações dos zoológicos. Sukumar estima que mais de 1.000 espécimes de elefantes africanos de cativeiro vivam em zoológicos no Ocidente.

 
  • Fowler M, Mikota S. Biology, Medicine, and Surgery of Elephants. Hoboken: John Wiley & Sons; 2008.