Como impedir o cachorro de fugir

15 Agosto, 2020
Para um cachorro fugir, deve haver uma razão, embora, como humanos, não consigamos entender. Alguns fogem por instinto, outros por tédio e também há aqueles que o façam por falta de treinamento.

Isso pode acontecer devido a diferentes razões e, em alguns casos, o animal volta para casa após vários dias de ausência. Neste artigo, vamos responder à seguinte pergunta: como impedir o cachorro de fugir?

Por quais motivos os cães fogem?

Existem basicamente duas situações em que os cães fogem: a primeira é quando eles estão em casa e procuram uma maneira de escapar pulando os portões ou quebrando as cercas. A segunda é quando os levamos para passear sem coleira ou até mesmo com ela. Eles correm em alta velocidade e os donos não conseguem alcançá-los.

Nos dois casos, os motivos são diversos. Como primeira medida para impedir o cachorro de fugir, é essencial saber o motivo desse comportamento. Os mais comuns são:

1. Medo de um barulho

Alguns cães têm medo de certos barulhos, como trovões, sirenes de ambulância ou fogos de artifício. Diante deles, o medo os faz agir de maneira estranha. Em alguns casos, eles fogem de casa.

Qual o motivo do meu cachorro fugir?

2. Instinto

Quando um macho escapa, é provavelmente porque ele ‘viu’ uma fêmea no cio, mesmo a várias ruas de distância. O cachorro vai superar qualquer obstáculo à sua frente para responder aos seus instintos.

3. Problemas de educação

A desobediência também pode ser motivo para um cachorro fugir, além do não estabelecimento de hierarquias no lar. Vale ressaltar que, em todos os casos, os proprietários são os líderes dominantes do grupo, seja o cachorro um poodle toy ou um rottweiler.

Problemas educacionais

Se o cachorro fugiu muitas vezes quando era filhote e não recebeu a educação adequada para modificar esse comportamento, é provável que ele continue com essa atitude na idade adulta.

4. Tédio

Quando um animal está entediado ou passa muitas horas sozinho, ele começa a fazer ‘travessuras’ para chamar atenção de alguma forma. Alguns comem os sapatos dos donos, outros urinam onde não deveriam e também tem aqueles que fogem de casa.

5. Chamar atenção

É um motivo semelhante ao anterior, mas nesse caso pode ser devido à chegada de um novo bebê em casa ou a certas mudanças na dinâmica familiar. Um cão pode tentar chamar a atenção se comportando mal e ignorando as ordens dos donos.

Dicas para impedir que o cachorro fuja

6. Falta de exercício

Um cão que passa a maior parte do dia trancado em um apartamento – principalmente quando é um filhote – terá maior probabilidade de fugir quando tiver a oportunidade, seja quando a porta da frente da casa for aberta ou quando for levado para passear no parque.

Há também outras razões que podem levar o cachorro a fugir, como a curiosidade ou o desejo de explorar lugares desconhecidos ou ao ver outro animal por perto (por exemplo, um gato).

Dicas para impedir o cachorro de fugir

Depois de reconhecer as razões pelas quais um cão pode fugir, é hora de trabalhar para eliminar esse comportamento, o que pode trazer muitos problemas. Algumas dicas são:

1. A castração pode impedir o cachorro de fugir

Se o seu cão macho fugir por ter farejado uma fêmea no cio, a melhor solução é castrá-lo. Dessa forma, ele não vai sentir necessidade de fugir. Além disso, a operação tem outras vantagens para sua saúde e seu comportamento.

2. Não corra atrás dele

Um dos erros que os donos dos cães cometem quando o animal foge é correr para tentar alcançá-lo. No entanto, isso faz o cão correr ainda mais rápido e desesperadamente, sem prestar atenção ao ambiente à sua volta.

Se o seu animal de estimação começar a correr no parque, tente chamá-lo pelo nome ou espere que ele diminua a velocidade quando estiver cansado.

3. Dar atenção pode impedir o cachorro de fugir

Mesmo se você trabalhar longas horas fora de casa e voltar muito cansado, mesmo se você tiver acabado de ter um bebê, ou até mesmo se você não for uma pessoa muito atlética, é essencial que você passe um tempo com seu animal de estimação.

Com uma caminhada de alguns minutos por dia, o animal não apenas vai gastar a energia acumulada, como você também vai poder criar um vínculo com ele. E também conseguirá evitar que ele fuja!