Limpeza do aquário: o que fazer com os peixes?

12 Junho, 2020
Apesar da aparente passividade, a manutenção adequada dos peixes exige continuidade e precisão.

Fazer a limpeza regular e adequada do aquário é fundamental para manter a saúde dos nossos peixes. No entanto, a falta de experiência pode levar a grandes erros.

Ao contrário de outros animais de estimação, cuidar de peixes não exige uma dedicação tão ‘ativa’, e é exatamente esse fator que causa o esquecimento ou a prática de uma limpeza pouco cuidadosa.

Do mesmo modo, trocar a água com muita frequência também não é ideal para a vida dos peixes, pois isso elimina as bactérias nitrificantes necessárias para a manutenção adequada do ciclo biológico do aquário.

Dicas para a limpeza do aquário

  • Acostumar-se a não retirar os peixes enquanto troca a água. Embora exista uma crença popular que propõe a transferência dos animais para outro recipiente, na verdade, o estresse gerado ou os possíveis danos mecânicos durante essa prática fazem com que seja mais aconselhável evitá-la.
  • A renovação da água deve ser parcial, a fim de controlar os níveis de nitritos e amônia. A porcentagem de água extraída dependerá da frequência com que isso é feito. Assim, as trocas semanais envolverão uma renovação de 10% da capacidade total do aquário. Enquanto as trocas feitas a cada 15 dias será de 15%, e as limpezas mensais de 25 a 30%.

Em geral, é aconselhável fazer a troca da água a cada duas semanas, pois esperar um mês envolve a manipulação de grandes volumes de água, o que altera as bactérias benéficas do aquário. Para isso, é aconselhável ter um sifão que, por meio de um tubo de plástico, permita a retirada da água necessária, ao mesmo tempo em que é feita a limpeza do substrato do aquário.

limpar o aquário
  • Uma vez que a água necessária for removida, limpe os elementos decorativos (plantas, pedras ou outros objetos). No caso dos enfeites, sempre que mostrarem sinais de sujeira, devem ser removidos para serem desinfetados com uma mistura de água e 10% de água sanitária. Quanto às plantas, é necessário remover as partes soltas e as que estiverem em más condições e limpar as que ficam grudadas no vidro com um raspador especial.

Cada uma dessas ações deve ser feita com cuidado: é necessário evitar a remoção do cascalho do fundo, o que contribuiria para o aumento das partículas em suspensão.

  • Ao substituir a água extraída, é recomendável pegar o volume correspondente e tratá-lo previamente com um declorador que elimine o cloro e outras impurezas presentes na água. No entanto, caso isso não seja possível, podemos pegar a água diretamente da torneira e deixá-la descansar durante aproximadamente uma hora.

Tanto a primeira quanto a segunda opção requerem o acondicionamento especializado da água, o que inclui as bactérias nitrificantes necessárias para o ciclo biológico adequado do aquário. Também é necessário garantir que a temperatura da água seja amena.

limpar o aquário

Uma vez pronta, a água será adicionada aos poucos para gerar o mínimo de estresse possível para os peixes. Desligar as luzes do aquário pode contribuir para esse objetivo.

  • Aguilar, M. (2017). MuyMascotas. Acuario. ¿Cómo se limpia? Recuperado de https://www.muymascotas.es/actualidad/mundo-animal/fotos/acuario-como-se-limpia
  • Blog. TiendaAnimal.Cómo limpiar el acuario sin perder ningún pez. (s.f). Recuperado de https://www.tiendanimal.es/articulos/como-limpiar-el-acuario-sin-perder-ningun-pez/
  • Sarrac, T. Fluval. Cómo limpiar su acuario minuciosamente. (s.f). Recuperado de http://www.fluvalaquatics.com/us/explore-fluval/lo-sabia/novato-en-el-pasatiempo/226-como-limpiar-su-acuario-minuciosamente/#.XIE7NRNKjGK