Macaco-japonês: informações e características

03 Janeiro, 2020
Os macacos-japoneses são macacos que despertam a curiosidade dos pesquisadores há muitos anos. Suas características fisionômicas são semelhantes às dos seres humanos. Descubra as qualidades que tornam esses animais únicos.

O macaco-japonês é um lindo macaco de tamanho médio que vive, como o nome indica, no Japão. Também conhecido como ‘macaco da neve’, sua presença é comum nas regiões mais frias do país. Macaca fuscata é o macaco que vive mais ao norte do mundo: é um animal que se adapta incrivelmente rápido ao ambiente.

Os macacos dessa espécie variam ligeiramente em relação à cor dos seus pelos. Os espécimes podem variar de tons de marrom a cinza ou amarelo claro.

Os rostos e as costas desses macacos costumam ser vermelhos escuros ou laranja. Além disso, os rostos têm muito pouco ou nenhum pelo. Alguns pesquisadores até disseram que seus rostos quase parecem humanos.

No entanto, o pelo de um macaco-japonês é muito espesso: esses animais não hibernam durante o inverno. Dessa forma, seu pelo ajuda a mantê-los aquecidos nos meses mais frios do ano.

Em geral, os machos desta espécie são mais robustos e grandes. Um macho adulto pode medir cerca de 57 centímetros de altura e pesar cerca de 11 quilos. Ao contrário, uma fêmea média pesa cerca de 8,5 quilos e tem 52 centímetros de altura.

Macaco-japonês: informações e características

Vários estudos sugeriram que existe uma correlação entre o peso de um macaco-japonês e o clima em que ele vive. Os macacos que vivem nas áreas mais próximas ao sul do país tendem a pesar menos do que aqueles que vivem no norte.

Como outros macacos, o macaco japonês tem polegares oponíveis, para que ele possa pegar e segurar vários objetos. Ele também consegue andar sobre as patas traseiras enquanto segura objetos com as mãos, demonstrando habilidades motoras avançadas.

Habitat dos macacos-japoneses

O macaco-japonês habita zonas climáticas claramente diferenciadas. Nas regiões do norte do Japão, os macacos precisam lidar com as mudanças sazonais.

Durante o inverno, a temperatura pode cair para -15 ºC, enquanto no verão pode subir para 25 ºC. Assim, os macacos devem se adaptar aos climas e aos alimentos disponíveis em cada estação.

Nas áreas do sul do Japão, os macacos vivem em florestas tropicais de folhas largas. Como essas florestas sofrem menos mudanças de estação, esse ecossistema permite uma dieta parecida ao longo de todo o ano.

Habitat do macaco-japonês

Nas áreas centrais do Japão, as comunidades do macaco-japonês são encontradas nas montanhas. No topo das montanhas, os macacos passam muito tempo nas fontes termais aquecidas pela atividade vulcânica nas proximidades. Essas fontes termais são vantajosas no inverno, pois permitem que os animais fiquem sempre aquecidos.

Os Macaca fuscata vivem juntos por toda a vida, em comunidades de 20 a 30 indivíduos. Esses grupos são liderados por um macho alfa, que decide para onde o grupo deve ir. Além disso, o macho alfa protege o grupo de predadores e de inconvenientes ou encontros violentos com outros grupos de macacos.

Assim como os humanos, o macaco-japonês é onívoro. Alimenta-se de plantas e pequenos animais. Este macaco é terrestre: ele passa a maior parte da sua vida no chão, então a comida que ele consome se encontra nesse nível.

Alimenta-se principalmente de frutas, bagas, sementes e até flores. Também consome caranguejos, insetos, pequenos roedores e ovos de aves.

Comportamento e conservação do macaco-japonês

O macaco-japonês é um animal incrivelmente sociável e amigável. Eles gostam de contato físico e se tocam e abraçam constantemente. O vínculo entre mães e filhos geralmente é muito próximo por esse motivo.

Durante os dois primeiros anos de vida do bebê, a mãe ficará por perto para compartilhar alimentos, cuidados e calor corporal.

Comportamento e conservação do macaco-japonês

O período de gestação de um macaco-japonês é de seis meses, momento em que a fêmea dará à luz apenas um filhote. Quando atingem a idade de dois anos, os filhotes devem decidir o que fazer. As fêmeas tendem a permanecer no grupo em que nasceram, enquanto os machos se afastam para encontrar uma nova comunidade.

Embora os macacos-japoneses tenham se tornado uma curiosidade turística, a verdade é que eles estão em perigo de extinção. Seus números diminuíram consideravelmente devido ao desmatamento.

Apesar de serem reverenciados e protegidos pelas comunidades nativas, eles sofreram com uma escassez significativa de alimentos em seus habitats naturais. Gradualmente, estão surgindo iniciativas que promovem a conservação deste e de outros macacos das Ilhas do Pacífico.

Macaca Fuscata https://animaldiversity.org/accounts/Macaca_fuscata/

Fooden, J., M. Aimi. 2005. Systematic Review of Japanese Macauqes, Macaca Fuscata. Zoology, 104: 1-105.

Gron, K. 2007. “Japanese Macaque Macaca Fuscata” (On-line). Accessed September 29, 2010 at http://pin.primate.wisc.edu/factsheets/entry/japanese_macaque.

Macaco Japonés en NatGeo News – https://news.nationalgeographic.com/2018/04/japanese-snow-monkey-macaques-bath-stress-spd/