Multivitamínicos para filhotes: o que você precisa saber sobre o assunto?

06 Julho, 2020
Qual é a fonte ideal de multivitamínicos para filhotes? Fornecer alimentos de boa qualidade é a melhor maneira de garantir que o seu cachorro obtenha todas as vitaminas necessárias.
 

Agora que você tem um filhote, você quer fazer tudo o que for possível para garantir que ele tenha uma vida longa e saudável. Por isso, talvez você já tenha se perguntado se ele precisa de vitaminas para crescer com saúde. No entanto, antes de comprar um suplemento multivitamínico para filhotes, você deve se informar sobre algumas questões.

A seguir, vamos falar sobre tudo o que você deve levar em consideração antes de decidir se é uma boa ideia dar um suplemento multivitamínico ao filhote como parte da sua dieta.

O melhor começo? Escolher os multivitamínicos mais nutritivos para filhotes

Inicialmente, analisar os suplementos multivitamínicos para filhotes pode ser uma tarefa complicada. Por onde começar e em que você deve prestar atenção? Bem, o primeiro lugar para onde você deve olhar é o prato do seu cachorro.

Uma boa nutrição começa com o que você escolhe para alimentar o seu animal de estimação todos os dias. Isso pode parecer simples, mas é eficaz.

Multivitamínicos para filhotes

Com um pouco de conhecimento sobre os nutrientes essenciais e sobre os alimentos que oferecem um suprimento multivitamínico para filhotes, você já se sentirá melhor informado e mais confiante para tomar uma boa decisão.

 

Um cachorro precisa de seis tipos essenciais de nutrientes para viver de forma saudável: água, proteína, gordura, carboidratos, vitaminas e minerais.

No entanto, cada cachorro pode precisar de maior ou menor quantidade de alguns desses itens essenciais. O segredo para acertar é entender, de forma global, quais são os requisitos nutricionais do animal.

Os requisitos variam de acordo com a idade, a raça, o estado de saúde e o nível de atividade. Com esses fatores em mente, você poderá encontrar alimentos que atendam às necessidades individuais do seu bichinho.

As necessidades nutricionais do filhote

Se o filhote tiver poucas semanas de vida, provavelmente ainda estará sendo amamentado. Durante a amamentação, o filhote recebe toda a nutrição necessária através do leite da mãe.

Se ele estiver sendo alimentado com mamadeira, geralmente também receberá os nutrientes de que precisa. Uma fórmula comercial de substituição do leite materno para filhotes contém a quantidade adequada de vitaminas e minerais de que ele precisa para crescer.

De fato, durante o primeiro ano de vida, se a dieta consistir em ração industrializada para filhotes de boa qualidade, daquelas comercializadas como “completas e equilibradas”, ele estará recebendo todas as vitaminas necessárias para seu desenvolvimento.

O filhote tem muitos requisitos para crescer, mas se a dieta for adequada, ele não vai precisar de suplementos.

Por que é importante fornecer uma fonte de multivitamínicos para filhotes?

 
A Sinfonia Pastoral de Beethoven

A seguir, vamos dar uma breve visão geral do papel das vitaminas na saúde dos filhotes:

Vitamina A

É essencial para o funcionamento normal da retina. Também é responsável pelo crescimento, desenvolvimento fetal e função imunológica.

Vitaminas do complexo B

As vitaminas do complexo B são um grupo de vitaminas importantes para o metabolismo.

  • A vitamina B1 ou tiamina ajuda a regular a energia, o metabolismo dos carboidratos e a transmissão neuronal.
  • A riboflavina (B2), as cobalaminas (B12) e a niacina (B3) ajudam a facilitar a função enzimática.
  • A vitamina B6 (piridoxina) é responsável pela geração da glicose, pela função dos glóbulos vermelhos e pelo sistema nervoso. Além disso, também participa da regulação hormonal, da resposta imune, da síntese de niacina e da ativação gênica.
  • O ácido pantotênico (B5) contribui para o metabolismo energético.
  • O ácido fólico (B9) trabalha na síntese, reparação e metilação do DNA, contribuindo para a rápida divisão e crescimento celular.

Vitamina C

É um poderoso antioxidante. Elimina os radicais livres potencialmente prejudiciais e pode ajudar a reduzir a inflamação e o envelhecimento.

 

Vitamina D

Permite que o corpo do seu cachorro tenha um equilíbrio de minerais como o fósforo e o cálcio para ter ossos saudáveis.

Vitamina E

Protege contra danos oxidativos. É essencial para a função celular e o metabolismo da gordura. Importante para a regeneração ocular e muscular e para o processo reprodutivo.

Vitamina K

É fundamental para a ativação da capacidade de coagulação do sangue.

Suplementar ou não suplementar com multivitamínicos para filhotes

Os cães alimentados com alimentos industrializados adequados não precisam de suplementos vitamínicos. Isso, sem dúvida, desde que o veterinário não recomende o contrário.

Multivitamínicos para filhotes

Por outro lado, os cães alimentados com uma dieta caseira podem precisar de suplementos em alguns casosNo entanto, as vitaminas devem ser administradas apenas sob orientação médica.

Embora humanos e cães precisem de vitaminas, é muito importante ter em mente que eles precisam delas em quantidades diferentes de nós. Por esse motivo, é necessário utilizar formulações elaboradas especificamente para cães.

Multivitamínicos para filhotes: existem riscos associados às vitaminas para cães?

 

Já estabelecemos que as vitaminas são absolutamente essenciais para a vida. No entanto, em quantidades excessivas, os multivitamínicos para filhotes podem ser potencialmente perigosos.

Alguns suplementos contêm outros ingredientes, como ervas, por exemplo, que podem interagir com certos medicamentos. Você pode evitar esses riscos elaborando um plano alimentar com o veterinário.

Por exemplo, o excesso de vitamina A pode causar desidratação, dor nas articulações e até mesmo danificar os vasos sanguíneos do seu cachorro. O excesso de vitamina D pode deixar o cachorro doente e ter consequências potencialmente fatais.

A Sinfonia Pastoral de Beethoven

Por que não dar ao filhote o multivitamínico que você comprou para si?

A principal razão é que as vitaminas podem ser tóxicas quando ingeridas em grandes quantidades. Assim, existem 4 ingredientes potencialmente tóxicos comumente encontrados em multivitamínicos para humanos. São eles: xilitol, vitamina D, ferro e cálcio.

As vitaminas mastigáveis sem açúcar geralmente contêm xilitol. Esse composto pode causar sinais de baixo nível de açúcar no sangue e até mesmo insuficiência hepática em cães.

 

A vitamina D, quando ingerida em quantidades tóxicas, pode causar um nível muito alto de cálcio no organismo. Isso geralmente tem como resultado insuficiência renal secundária.

O ferro, que é encontrado em níveis muito altos nas vitaminas pré-natais, pode causar vômitos graves, diarreia e até mesmo danos ou falhas em órgãos.

Em resumo, agora você já sabe que é indispensável discutir as recomendações de suplementos com o veterinário.

Se o profissional sentir que o cachorro precisa de nutrientes adicionais, ele vai prescrever uma ração ou um multivitamínico para filhotes durante algum tempo. Contudo, o veterinário também pode recomendar que você complemente a dieta do cachorro com frutas e vegetais específicos, em vez de receitar suplementos multivitamínicos.

 
  • Risso, A. L. (2016). Conceptos Básicos de Nutrición en perros y gatos.
  • Dauvergne, C. (2018). La alimentación del perro. Parkstone International.
  • Gutierrez, C. (2017) Nutrición de perros sanos, enfermos, cachorros.