Obstrução intestinal em cães: sintomas e tratamento

10 Fevereiro, 2020
A obstrução intestinal em cães é bastante comum, principalmente quando eles têm a oportunidade de comer tudo o que podem.

A obstrução intestinal em cães é um bloqueio total ou parcial do fluxo de líquidos e alimentos através do intestino delgado. A obstrução intestinal pode ser fatal se não for detectada e tratada a tempo e, em alguns casos, é necessário realizar uma cirurgia de emergência.

Durante a obstrução intestinal, o suprimento de sangue para o trato gastrointestinal pode ser comprometido. Isso provoca a necrose do tecido intestinal e possível perfuração. As bactérias do intestino podem derramar na cavidade abdominal e causar peritonite séptica.

Obstruções intestinais são muito dolorosas para os cães e podem ser muito perigosas se não forem tratadas. Durante a obstrução, o suprimento sanguíneo pode ser comprometido e a perfuração pode levar à peritonite séptica.

É importante entrar em contato com um veterinário imediatamente para conhecer as opções de tratamento. Os objetivos do tratamento de uma obstrução gastrointestinal são estabilizar o cão, restaurar o equilíbrio de líquidos e eletrólitos, eliminar o bloqueio e economizar o máximo possível de tecido afetado.

Causas da obstrução intestinal em cães

A obstrução intestinal em cães pode ser de dois tipos: obstrução do intestino delgado e obstrução do fluxo gástrico. A obstrução do intestino delgado consiste na obstrução do movimento de líquidos e alimentos através do intestino delgado. A obstrução do fluxo gástrico é a obstrução do movimento de líquidos e alimentos do estômago para o intestino delgado.

Cachorro doente sendo examinado

As causas da obstrução do intestino delgado podem incluir:

  • Ingestão de objetos que não podem ser digeridos
  • Parasitas intestinais
  • Estenose intestinal (estreitamento do intestino)
  • Gastroenterite
  • Tumor abdominal
  • Hérnia
  • Intussuscepção (dobra do intestino)

As causas da obstrução do fluxo gástrico podem incluir:

  • Ingestão de objetos que não podem ser digeridos, como pele ou ossos, brinquedos, roupas, toalhas, pedras, pedaços de madeira, bolas, cadarços, etc.
  • Tumor abdominal
  • Gastroenterite (inflamação do estômago e intestino delgado)
  • Estenose pilórica (estreitamento do esfíncter pilórico)
  • Síndrome da dilatação vólvulo-gástrica (torção estomacal)

Sintomas de obstrução intestinal em cães

Os sintomas de obstrução intestinal em cães podem incluir:

  • Vômito
  • Perda de apetite
  • Fazer força durante os movimentos intestinais
  • Diarreia
  • Fezes escuras
  • Incapacidade de defecar
  • Letargia
  • Arroto
  • Baba excessiva
  • Distensão abdominal
  • Dor abdominal
  • Não querer deitar

Tratamento

O veterinário realizará diferentes testes para confirmar a obstrução intestinal. Uma vez confirmado o diagnóstico, é provável que a cirurgia seja necessária para remover o corpo obstrutivo e, se preciso, remover o tecido necrótico ou intervir para ‘colocar’ os órgãos afetados no lugar (por exemplo, se houver torção).

O tratamento também exigirá o controle dos efeitos colaterais, como a administração de fluidos intravenosos para evitar a desidratação, bem como a administração de antibióticos orais e intravenosos de amplo espectro, juntamente com medicamentos para aliviar dores de estômago e vômitos (antieméticos).

Cão recebendo tratamento

Em qualquer caso, não há dúvida de que quanto mais cedo a obstrução for diagnosticada e a condição resolvida, melhor. Atrasar a visita ao veterinário apenas complicará o problema.

A boa notícia é que, se uma obstrução intestinal em cães for detectada a tempo, é muito provável que o tratamento cirúrgico resolva o problema com sucesso. No entanto, quanto mais tempo o suprimento de sangue para qualquer parte do trato gastrointestinal for comprometido, pior será o prognóstico.

Prevenção da obstrução intestinal em cães

A maioria das obstruções intestinais é causada pela ingestão de objetos estranhos. Portanto, os cães não devem mastigar ou pegar objetos que não se destinam ao consumo. Objetos tentadores devem ser mantidos em prateleiras altas ou trancados em armários. Além disso, latas de lixo e armários devem permanecer fechados.

Por outro lado, os cães devem ser supervisionados enquanto exploram o ambiente externo ou novos locais. Isto é especialmente importante em casos de cães com tendência a comer qualquer coisa que veem pela frente.

Além disso, alguns veterinários não concordam com certos itens destinados a cães, como couro cru ou certas partes do porco (como cascos e orelhas), já que grandes partes podem se quebrar e se alojar no trato gastrointestinal.

Também é importante nunca dar ossos cozidos, pois eles se fragmentam facilmente e podem causar obstrução intestinal.