Como organizar as coisas do seu gato em casa?

25 Julho, 2020
A adoção e a entrada de um gato na nossa casa envolvem a adaptação do animal ao espaço. É muito importante começar a organizar as coisas do seu gato no espaço designado para isso desde o início.

Quando decidimos adotar um gatinho, uma das nossas primeiras ações deve ser preparar nossa casa para sua chegada. Um ambiente seguro e uma rotina são essenciais para favorecer a adaptação do gato ao seu novo lar. Por esse motivo, vamos dar algumas dicas sobre como organizar as coisas do seu gato em casa.

Como preparar a casa e organizar as coisas do seu gato?

Antes da chegada do gato em casa, será essencial preparar um ambiente especial onde ele possa se sentir seguro e confortável.

Inicialmente, é aconselhável reservar um cômodo exclusivo para o felino, onde não haja ruído excessivo nem muita circulação de pessoas. Se isso não for possível, podemos reservar um local especialmente para ele, como, por exemplo, um canto tranquilo.

Dentro desse ambiente, o gato precisa encontrar utensílios básicos, tais como um comedouro, um bebedouro e uma cama ou um esconderijo para descansar. Além disso, também precisamos adicionar alguns acessórios para estimulá-lo a brincar e a descobrir sua nova casa, tais como um bom arranhador e alguns brinquedos.

Adicionalmente, podemos deixar uma caixa de papelão disponível para o gatinho, com um cobertor e alguns brinquedos dentro. Os gatos adoram caixas de papelão e elas são uma opção boa e barata de refúgio ou esconderijo.

Em outro espaço, precisamos colocar a caixa de areia para que o felino faça suas necessidades. Como os gatos são animais muito limpos, é essencial que a caixa de areia fique distante da área de alimentação e descanso. Caso contrário, o animal pode rejeitar a caixa e fazer suas necessidades em locais inadequados.

organizar as coisas do seu gato em casa

Como preparar a casa se eu já tiver outros gatos?

Quando já existem outros gatos na casa, é essencial separar os espaços de cada felino para evitar brigas por território. A interação entre os gatinhos deve ocorrer de forma natural e gradual. Ou seja, não devemos forçar a convivência entre eles.

Cada gato deve ter seus próprios equipamentos, objetos e utensílios, para não ser forçado a compartilhá-los com um indivíduo estranho. Pouco a pouco, seus gatos vão sentir a curiosidade de interagir e, através de um bom processo de socialização, poderão se relacionar de uma maneira pacífica e positiva.

Como promover a adaptação do gato ao novo lar?

Durante os primeiros dias, é bastante comum que o gato fique escondido durante várias horas e evite interagir com os outros moradores da casa. Nesse momento, tentar tocar o felino ou forçá-lo a receber as nossas carícias é um erro grave.

Depois de algum tempo, seu gatinho deve ficar mais confortável e ativo no ambiente. Esse será o momento perfeito para ‘convidá-lo’ a brincar e descobrir os outros espaços da casa.

É válido destacar que não há um tempo correto ou predeterminado para que isso ocorra. Cada gato é de um jeito e tem uma personalidade única. Portanto, cada indivíduo vai precisar do seu próprio tempo para demonstrar a autoconfiança e a segurança necessárias para explorar o ambiente.

organizar as coisas do seu gato em casa

Como donos responsáveis, não devemos forçar o animal a interagir ou repreendê-lo por não fazer isso. Assim, para contribuir durante o processo de adaptação à nova casa, precisamos estimular a curiosidade do animal e demonstrar que ele pode confiar em nós.

Dicas que promovem a integração do gato

A seguir, vamos compartilhar algumas dicas para promover a adaptação do seu gatinho:

1. Enriqueça o ambiente

Os gatos são animais extraordinariamente inteligentes e, embora adorem uma boa soneca, também gostam de brincar e testar seus sentidos. Nossa casa deve oferecer a eles a possibilidade de exercitar o corpo e a mente, para que desenvolvam plenamente suas habilidades cognitivas, emocionais e sociais.

Um ambiente enriquecido ‘convida’ o gato a se expressar, se divertir e se sentir bem-vindo em sua nova casa. Além disso, também contribui para o controle do peso saudável e para a manutenção de um comportamento equilibrado, evitando, assim, problemas comportamentais e sintomas de estresse ou tédio.

2. Passe tempo com seu gatinho

Apesar da característica independência, os gatos precisam e gostam da atenção e da companhia dos seus donosUma excelente opção é apresentar alguns jogos de inteligência caseiros ao seu gato, que vão permitir que você se divirta com ele e estimule sua mente.

Além disso, também recomendamos que você reserve um horário especial durante seus dias para educar o animal. Ao contrário do mito de que os gatos não podem ser adestrados, geralmente os felinos respondem muito bem ao reforço positivo.

Assim, com paciência e perseverança, é possível ensinar as regras da casa, alguns comandos básicos e até mesmo truques engraçados para o seu gato.

Terapiafelina.com. Manual básico para el adoptante de gatos. Extraído de: https://www.terapiafelina.com/Manual_adoptantes_gato.pdf

cardonavonhofe.com. Un gatito en casa. Extraído de: http://www.cardonavonhofe.com/index_htm_files/Un%20gatito%20en%20casa.pdf