Os erros que cometemos ao passear com nosso cão

06 Novembro, 2017
 

Sair para passear com nosso cão é uma das coisas que mais gostamos de fazer. Mas às vezes pode não ser tão fácil como pensamos. Na verdade, existem muitos erros que cometemos ao fazer isso.

Se você não acredita, aqui vamos dizer quais são. Além disso, também explicaremos como corrigi-los e evitá-los. Isso lhe interessa? Então continue para saber as respostas!

Os 5 erros mais comuns ao passear com nosso cão

Às vezes pensamos  que é suficiente para o nosso cão se juntar a nós ao tirarmos o lixo e voltar para casa, em menos de 5 minutos. A verdade é que passear com nosso cão envolve muito mais do que isso, porque deve ser um momento de relaxamento e bem-estar para ele e também para nós.

Pug e cão branco passeando na rua

Portanto, reserve algum tempo para passear com seu cachorro e não cometa qualquer um desses erros que citaremos abaixo.

Não deixar que ele fareje

É lógico que quando você vê seu cachorro cheirando a sujeira do chão ou xixi de outros cães, não quer deixá-lo fazer isso. No entanto, não se esqueça de que essa é a maneira que os peludos têm de se comunicarem.

Além disso, há dois importantes benefícios nisso: relaxamento, porque permite que ele libere o estresse acumulado e, segundo, permite que ele conheça seu ambiente, sabendo quem vive ao seu redor e quem pode estar a caminho.

 

É óbvio que, para evitar preocupações, seu cão deve estar devidamente vacinado e desparasitado. Dessa forma, você saberá que deixá-lo farejar não representa um problema.

Puxar a correia quando ele puxa

Puxar a correia, de qualquer maneira, não irá ensinar nada ao seu cão. Pelo contrário, irá causar estresse e é possível até que você o machuque.

Se seu cão puxar a correia, a melhor coisa é comprar um peitoral anti-puxões e começar uma mudança de hábitos. Em artigos anteriores, já lhe ensinamos a como evitar que seu cachorro puxe a correia.

Gritar com eles quando confrontado com outro cão

Os gritos e maus-tratos físicos estão fora da lista de como se deve educar um cão. Se você se vir em meio a uma briga e seu cão estiver envolvido, saia do local o mais rápido possível.

Se seu cachorro sempre provoca ou se sente provocado, e costuma atacar, o melhor é recorrer a um profissional para treiná-lo.

Sempre use o reforço positivo. Além disso, se no meio da briga, você gritar ou bater nele, só conseguirá deixá-lo mais nervoso e possivelmente irá levar uma mordida.

Não deixar que se aproxime de outros cães

A socialização é muito importante para os cães e para todos os animais de estimação em geral. Portanto, se você estiver na rua ou no parque, deve deixar que seu cão se aproxime de outros peludos e de outras pessoas e, assim, se socializar e se tornar mais afável.

Cão passeando na coleira
 

Como de costume, nem tudo será um mar de rosas e poderá sim haver conflitos com outros cães, mas você não deve desistir. Com paciência, poderá obter bons resultados, desde que você e o dono do outro cão possam cooperar.

Caminhadas muito curtas ou muito longas

Como dissemos anteriormente, levar o nosso cachorro para passear por 5 minutos quando vamos tirar o lixo não é nada benéfico para ele, fazer apenas suas necessidades na rua não é tudo o que ele precisa.

O mesmo serve para passeios muito longos. Cada cão tem suas necessidades. Um cão nervoso vai precisar de mais tempo, enquanto um cão idoso vai precisar de menos. Tudo depende de ter um pouco de bom senso.

Devemos evitar esses erros ao sairmos para passear com nosso cão, assim ambos iremos desfrutar das nossas caminhadas.