Papagaio-do-mar e seu grande bico colorido

17 Junho, 2020
O papagaio-do-mar é um pássaro verdadeiramente fascinante, conhecido por seu bico e suas pernas coloridas. Além disso, ele passa muito tempo no mar e possui incríveis técnicas de voo.

Dentro da família Fratercula, o papagaio-do-mar se destaca por seu bico grande e colorido e suas pernas no mesmo tom. Neste artigo, vamos contar tudo o que você precisa saber sobre esse pássaro maravilhoso.

Habitat do papagaio-do-mar

Seu nome científico é Fratercula artica, mas é comumente conhecido como papagaio-do-mar, nome que já nos permite inferir onde ele mora. É o único da família dos papagaios nativo do Oceano Atlântico.

Especificamente, podemos encontrá-lo — durante a estação de reprodução — na Noruega, na Islândia, na Groenlândia, em Terra Nova (Canadá) e em outras ilhas menores, como Faroe, Shetland e Orkney (no norte do Oceano Atlântico). Colônias de papagaio-do-mar também foram encontradas a oeste das Ilhas Britânicas e a leste do Maine, EUA.

Quando está no mar, o papagaio-do-mar pode se espalhar pelo Mar do Norte e até mesmo chegar ao Círculo Polar Ártico.

Comportamento e hábitos do papagaio-do-mar no mar

Como a maioria das aves marinhas, o papagaio-do-mar passa boa parte do ano longe das terras do continente. Em outras palavras, é mais provável encontrá-lo em mar aberto do que nas costas, onde esse animal chega para criar ninhos e ter seus filhotes.

Os papagaios-do-mar vivem solitários no mar, onde se movem de uma maneira particular: pegam impulso com as pernas e vão na direção do vento. Eles podem passar muitas horas preparando e espalhando um óleo especial que impermeabiliza as penas, isolando-as das baixas temperaturas.

Quanto à dieta dos papagaios-do-mar, ela é composta quase inteiramente de peixes, mas ocasionalmente esse animal pode consumir camarões, crustáceos, moluscos ou até mesmo vermes quando está na costa. Além disso, esse animal também pode mergulhar vários metros e nadar rapidamente para pegar sua presa.

Comportamento e hábitos do papagaio-do-mar em terra

Na primavera, os pássaros retornam à terra, precisamente à colônia onde nasceram. Lá, eles se agrupam em subcolônias com base na ordem de chegada. Isso significa que aqueles que chegaram primeiro terão os melhores locais de nidificação.

Reprodução.

Os papagaios-do-mar são monogâmicos e todos os anos se reúnem com o mesmo par. Eles formam o ninho entre as pedras e as rochas e o cobrem com grama. Além disso, para proteger os ovos, as subcolônias formam círculos muito fechados que impedem a entrada de predadores.

Os filhotes precisam de menos de dois meses para que suas penas se desenvolvam porque nascem sem penas. Nesse período, precisam de muita comida, que é fornecida pela fêmea. Enquanto isso, o macho é responsável por cuidar e manter o ninho protegido.

Aparência

A parte superior do papagaio-do-mar é mais escura que a inferior. Essa é uma maneira de se camuflar e impedir que predadores como o tubarão possam distingui-los do fundo do mar.

Uma de suas principais características — que o diferencia de outras aves marinhas e até de sua própria família — é o bico largo e colorido. Visto lateralmente, parece triangular e largo, mas visto de cima cima é fino e estreito. A parte externa é vermelha e laranja, enquanto a parte interna é branca ou cinza. Sua mordida é muito poderosa e, durante a estação de acasalamento, o bico parece mais brilhante.

Papagaio-do-mar: características

Também se destaca por seus “detalhes” ao redor dos olhos e por ter pernas muito marcantes, quase sempre alaranjadas.

Os filhotes e espécimes jovens têm penas mais opacas, pernas amarelas ou marrons e bicos menos coloridos. Somente quando entram na idade adulta, por volta dos quatro anos de idade, eles fazem uma muda que os torna ainda mais impressionantes.

O papagaio-do-mar tem um corpo robusto, com asas curtas, mede não mais que 30 centímetros e tem 65 cm de envergadura. O macho é um pouco mais alto que a fêmea. Essa é a única diferença entre os sexos.

O papagaio-do-mar passa a maior parte de sua vida no mar, e seu voo atinge quase 10 metros acima do nível do mar. Além disso, seus pés com membranas permitem que ele se mova em qualquer meio. Esse animal é silencioso enquanto está no meio do oceano, mas quando está na toca pode ser mais barulhento. É uma ave extraordinária!

  • Doutrelant, C., Grégoire, A., Gomez, D., Staszewski, V., Arnoux, E., Tveraa, T., … Boulinier, T. (2013). Colouration in Atlantic puffins and blacklegged kittiwakes: Monochromatism and links to body condition in both sexes. Journal of Avian Biology. https://doi.org/10.1111/j.1600-048X.2013.00098.x