Por que os cães bebem muita água?

12 Junho, 2020
As razões pelas quais os cães podem beber muita água são várias. Mas isso ocorre principalmente devido ao seu sistema de transpiração ineficaz, embora também influenciem o tipo de dieta, a época do ano, o tamanho do cão ou o exercício realizado.
 

Os cães são os companheiros fiéis dos homens. Por isso, qualquer comportamento que esteja fora da normalidade ou que seja estranho pode causar preocupação. Isso pode ser preocupante se estiver relacionado à saúde, como quando os cães bebem muita água.

Como os cães suam?

Em primeiro lugar, devemos considerar que o cão possui um sistema de transpiração diferente do ser humano e, portanto, suam de outra forma. A transpiração é o sistema que os animais usam para se refrescar.

Enquanto os seres humanos têm glândulas sudoríparas por toda a superfície da pele, os cães não. Existem dois métodos de transpiração nos cães: através da língua e da respiração. Os cães têm glândulas sudoríparas apenas no nariz e nas almofadas dos pés.

Costuma-se dizer também que os cães “suam pela língua”. Mas o que realmente acontece é que, quando a temperatura do corpo aumenta, o organismo bombeia sangue quente para a boca, onde há glândulas salivares.

Um veterinário explicou o processo da seguinte maneira: “o cão estica a língua e o vapor de água quente que sai dos pulmões se condensa ao tocar as mucosas da boca e da língua, mais frias”.

Através dessas glândulas, é possível reduzir o aumento de temperatura. O calor é liberado na forma de vapor d’água pela boca, que ao se condensar cai pingando no chão.

 

Além disso, também foi observado que o cão pode liberar calor através da cabeça e orelhas. Isso acontece porque a refrigeração natural causa dilatação das veias na cabeça e nas orelhas. Assim, quando o calor ambiente não é excessivo, a temperatura do cão reduz.

Razões pelas quais os cães bebem muita água

Considerando que os cães têm um sistema de refrigeração pior que o nosso, as razões pelas quais bebem muita água podem ser as seguintes:

Hidratação extra

Os cães são animais que bebem muito, especialmente nas épocas de temperaturas mais altas. Por isso, é aconselhável deixar água fresca disponível, ligar o ar condicionado ou deixar as janelas abertas para haver corrente de ar.

Exercício físico intenso

O sistema de transpiração é ativado de maneira significativa no momento em que o cão começa a se mover. Por esse motivo, antes de longos passeios ou exercícios intensos, os cães precisam beber muita água.

Outro exemplo é quando brincam com outros cães. A transpiração aumenta em comparação com a transpiração que ocorre quando está calmo. Assim, é conveniente ter água à disposição para que o cão possa matar a sede.

Alimentação

Em alguns casos, o tipo de alimentação do cão pode influenciar na quantidade de água ingerida. Entre a grande variedade de alimentos existentes, alguns contêm um alto teor de sódio, ou seja, uma grande quantidade de sal.

Por isso, o cão precisa beber mais água do que o normal para combater o aumento de sódio no sangue. Seria aconselhável consultar um veterinário para saber se a dieta deveria ser alterada a fim de evitar problemas de saúde a longo prazo.

 

Problemas de saúde

Um dos objetivos dos diferentes donos de animais é manter seus animais de estimação saudáveis. No entanto, às vezes eles podem desenvolver doenças, como diabetes ou insuficiência renal. E uma característica que pode alertar sobre isso é a quantidade de água ingerida.

Apesar disso, você deve sempre procurar um profissional e discutir as mudanças observadas no animal. Assim, ele poderá decidir quais são os exames necessários para verificar se o animal está doente ou não.

Por que os cães bebem muita água

Em resumo, o cão não tem a mesma capacidade de transpiração ou refrigeração que um ser humano. Por esse motivo, deve-se levar em consideração que seu resfriamento é menos eficiente e evita possíveis choques térmicos.

Além disso, é necessário considerar que o tamanho do cão também influencia no resfriamento. Embora cães maiores gerem mais calor, eles suam menos que cães pequenos.

Diante de qualquer comportamento estranho do seu companheiro de quatro patas, é conveniente ter um respaldo médico que confirme se algo está acontecendo ou não.