Por que a visão é o sentido mais desenvolvido em aves de rapina

11 Junho, 2020
Uma das principais características das aves de rapina é a sua visão nítida, o que lhes permite ver presas a grandes distâncias.
 

Talvez você já tenha ouvido falar que uma pessoa tem “visão de águia ou de falcão” se não usa óculos e consegue enxergar bem à distância. Acontece que uma das principais virtudes das aves de rapina é precisamente a visão, o que lhes permite detectar presas a uma grande distância. Descubra mais sobre esse assunto neste artigo.

A visão das aves

Algumas conseguem enxergar no escuro, outras a vários quilômetros de distância… Não há dúvida de que a visão é um dos sentidos mais avançados das aves e que se desenvolveu mais do que em outros vertebrados.

Os pássaros geralmente têm olhos muito grandes em relação ao tamanho da cabeça e não têm muito movimento dentro do encaixe ocular. Além das pálpebras típicas de cobertura, as aves também possuem uma membrana adicional, transparente e móvel.

Os pássaros têm dois tipos de receptores de luz: hastes e cones. Os primeiros são melhores para a visão noturna, pois são sensíveis à luz. Os cones, por sua vez, podem detectar cores específicas durante o dia.

Além disso, os pássaros podem perceber a luz ultravioleta e isso está relacionado ao cortejo com uma parceira em potencial. Eles ainda têm padrões de plumagem que mudam de cor dependendo da incidência do sol, mas que não podem ser percebidos por outras espécies (incluindo os seres humanos).

A visão das aves
 

Esse recurso lhes dá outra vantagem quando se trata de obter comida, já que muitas vezes há presas que oferecem ‘vislumbres’ perceptíveis pelos pássaros, mesmo a uma certa distância. As aves de rapina conseguem até identificar urina e fezes de roedores porque refletem os raios UV de alguma forma.

Outro fato interessante sobre a visão dos pássaros é que eles percebem movimentos, rápidos e lentos, melhores do que as pessoas e outros animais. Eles até detectam o movimento do sol no céu! Dessa forma, eles se orientam durante o voo.

No caso das aves de rapina, que geralmente passam muito tempo empoleiradas em um galho ou rocha, elas mantêm a cabeça estática para obter imagens seguras do que está acontecendo ao seu redor.

Como é a visão das aves de rapina?

Além das características indicadas acima (geral para todas as aves), no caso das aves de rapina, devemos também enfatizar que estão entre os animais que têm a melhor visão. Elas têm uma alta densidade de receptores, como se tivessem binóculos incluídos, com o objetivo de detectar suas presas a uma grande distância.

Vale ressaltar que os olhos das aves de rapina, tanto diurnas quanto noturnas, estão localizados na frente da cabeça. E isso lhes dá um campo de visão maior, que varia de 35º a 50º.

Como é a visão das aves de rapina?
 

No caso das aves de rapina noturnas, devemos acrescentar o fato de terem um pescoço muito flexível, que permitem virar a cabeça até 300° e, além disso, seus olhos têm grande nitidez no escuro.

A capacidade visual das aves de rapina é conhecida popularmente, e essa nitidez se deve a vários fatores, incluindo o tamanho e o formato dos olhos, que projetam uma imagem maior na retina. As aves de rapina são conhecidas por enxergar até oito vezes mais do que os seres humanos.

Vale a pena notar que as águias e os falcões, entre outras aves de rapina, têm um número maior de receptores na retina. Isso lhes permite distinguir objetos individuais a grandes distâncias, como um roedor que tenta se esconder.

Se o oftalmologista lhe disser que “você tem uma visão de águia”, pode se sentir mais do que orgulhoso. Essas aves baseiam parte da sua sobrevivência no desenvolvimento de sua visão.