A preguiça-de-garganta-marrom e três dedos

08 Julho, 2020
A preguiça-de-garganta-marrom pode ter até 20 horas de inatividade por dia.

Conhecida como preguiça-de-garganta-marrom, ou Bradypus variegatus entre a comunidade científica, essa espécie tem características distintivas em comparação com outras preguiças: a tridactilia e a característica coloração facial.

Principais características da preguiça-de-garganta-marrom

Essa preguiça tem um tamanho médio de 60 centímetros, dos quais a cabeça, de aparência arredondada, ocupa apenas uma pequena proporção. Nela, tanto as orelhas quanto o focinho se caracterizam por serem pouco proeminentes.

No entanto, suas características faciais são distintivas por causa do padrão de cores que compõem o seu nariz preto e duas linhas da mesma cor, que vão desde os olhos até as bochechas.

Seus membros são caracterizados pelo comprimento, principalmente no caso dos dianteiros, e por terminarem em três apêndices com garras curvas, grandes e grossas, fundamentais para sua alimentação.

Quanto ao pelo, distinguem-se dois tipos de camadas: uma de pelos curtos, macia e uniforme, e outra mais irregular, composta por pelos longos e cor de palha. Ambas as camadas geralmente apresentam cores acinzentadas, com tons mais acastanhados na área da cabeça e do pescoço.

A preguiça-de-garganta-marrom e três dedos

Além disso, a coloração é uma das características mais evidentes em termos de dimorfismo sexual entre fêmeas e machos, pois os últimos se distinguem por ter uma linha preta cercada por uma grande área amarelada ou alaranjada.

Reprodução e alimentação

A preguiça-de-garganta-marrom se reproduz apenas uma vez por ano por causa do longo processo de gestação que dura até seis meses.

As fêmeas dão à luz a um único filhote, caracterizado por sua vulnerabilidade e total dependência da mãe. Ele passa no mínimo cinco semanas abraçado à barriga da mãe, enquanto é amamentado. Posteriormente, durante os 8 a 12 meses seguintes, geralmente é transportado nas costas.

Os jovens atingem a maturidade sexual a partir do terceiro anoe sua longevidade média geralmente fica em torno de trinta anos. Ao longo de sua vida, a preguiça passa a maior parte do tempo sozinha, pendurada entre os galhos das árvores.

De fato, seus períodos de inatividade podem ser de 20 horas por dia. Essa vida arborícola é interrompida apenas uma ou duas vezes por semana, quando a preguiça desce ao chão para urinar e defecar.

Quanto à alimentação, caracteriza-se por ser um mamífero herbívoro estrito, já que a base de sua dieta são folhas, frutos e galhos macios que ela retira diretamente das árvores em que se encontra.

A preguiça-de-garganta-marrom e três dedos

Apesar de não ser seu ambiente habitual, a preguiça-de-garganta-marrom é uma boa mergulhadora. No entanto, sua locomoção no ambiente terrestre é lenta e desajeitada devido ao baixo desenvolvimento de sua musculatura.

Além disso, a falta de atividade é aumentada pela baixa ingestão calórica fornecida por sua dieta e pela lenta ação do seu sistema digestivo.

Habitat e conservação

Assim como outras espécies de preguiça, a preguiça-de-garganta-marrom está localizada principalmente na América Central e do Sul, principalmente em Honduras, no centro da Bolívia, no norte da Argentina e no sul do Brasil.

Quanto ao habitat, elas vivem de forma intercambiável tanto em florestas secas quanto em florestas úmidas ou zonas ribeirinhas, geralmente sem exceder os 1.200 metros de altitude. Atualmente, de acordo com a União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN), seu status de conservação é ‘pouco preocupante’.

No entanto, nos últimos anos, sua ampla distribuição vem sendo ameaçada, principalmente pela ação antrópica, com a destruição ou fragmentação do seu ambiente natural.

  • National Geographic. Bradypus variegatus, (s.f). Recuperado de https://www.nationalgeographic.org/photoark/bradypus-variegatus/
  • Sistema de Información de Biodiversidad. Bradypus variegatus, (s.f). Recuperado de https://sib.gob.ar/ficha/ANIMALIA*bradypus*variegatus