Como reconhecer uma raça de cachorro?

04 Setembro, 2020
Nem sempre é fácil reconhecer uma raça de cachorro, principalmente quando existem várias parecidas. Além disso, às vezes um filhote muda muito quando cresce e pode nos enganar.

Algumas raças são facilmente reconhecidas ​​porque ‘todo mundo’ as conhece. Mas há outras que exigem uma observação um pouco mais detalhada. Neste artigo, vamos mostrar como reconhecer uma raça de cachorro e como garantir que seu animal de estimação tenha a raça pura.

Como reconhecer uma raça de um cachorro

Algumas pessoas optam por adotar um cão em um abrigo, sem se importar com a raça, mas outras preferem levar para casa um cão que seja de raça pura. Neste último caso, é necessário prestar atenção, pois não são poucas as pessoas que foram enganadas por um vendedor.

Além disso, como algumas raças de cães são semelhantes entre si pode acontecer de ficarmos em dúvida em relação a qual delas queremos comprar. Para isso, não é necessário aprender todas as raças de cães que existem atualmente, mas prestar atenção a certas características particulares nas quais estamos interessados.

Quando os cães são pequenos, muitas vezes podem nos confundir. Porque, talvez, tenha a aparência de um cão de raça e, ao crescer, percebemos que não é puro ou que não tem mais determinadas características específicas.

Para reconhecer uma raça de cachorro, é muito importante prestar atenção ao seguinte:

1. O tamanho

Pode ser toy, pequeno, médio, grande ou gigante. Se você está procurando, por exemplo, um Yorkshire terrier em miniatura, um cão maior nunca será puro. No caso de raças grandes, você pode observar as patas do animal. Dizem que filhotes com patas grandes crescem um tamanho “considerável”.

Como reconhecer uma raça de um cachorro

2. A pelagem

Isso também pode dar uma orientação se você estiver em dúvida sobre ter um cão de raça ou não. Os tipos de pelo nos cães podem ser longos, médios ou curtos; duros ou finos; e lisos, encaracolados ou lanosos.

O pelo

Você também deve prestar atenção às cores. Algumas raças são de cor única (por exemplo, o Samoieda é branco e o Golden Retriever é amarelo) e outras ‘combinam’ várias cores (como o Cocker Spaniel, que pode ser branco com manchas).

3. Como reconhecer uma raça de cachorro: o focinho

Essa é outra questão mais que importante para identificar a raça do cão. Embora seja verdade que, à medida que o focinho cresce, ele pode mudar de tamanho, a verdade é que a forma permanecerá a mesma por toda a vida. Por exemplo, se você estiver procurando um bulldog, deve saber que é um cão braquicefálico, cujo nariz é achatado.

Como reconhecer uma raça de cachorro: o focinho

O focinho pode ser longo ou curto, enrugado ou quadrado, dependendo da raça em questão. O lebréu – como o galgo – têm focinhos longos, enquanto os terriers têm uma mandíbula grossa e poderosa.

4. As características comuns

Segundo a Federação Cinológica Internacional (FCI), os cães são divididos em diferentes grupos e seções. Em cada uma dessas ‘equipes’, encontramos raças com características semelhantes, embora também possam ser agrupadas por origem ou utilidade.

As características comuns

Dessa maneira, separamos os pastores, os boiadeiros, o pinscher ou schnauzer, os molossos, os montanheses, os terriers, os nórdicos, os spitz, os primitivos, os cães de caça, os de rastreamento, os de água, etc.

Conhecer aproximadamente as características do grupo que nos interessa pode nos ajudar a reconhecer uma raça (ou pelo menos uma raça semelhante). Por exemplo, o boiadeiro de berna, o grande boiadeiro suíço ou o boiadeiro de appenzell são muito semelhantes entre si em relação ao corpo, com pequenas variações na espessura da pelagem.

5. Como reconhecer uma raça de cachorro: o pedigree

Ao comprar um cão de raça, para garantir que ele seja 100% puro, você pode pedir ao vendedor ou criador mostrar o pedigree, um documento emitido por um clube canino oficial dizendo que a árvore genealógica inteira do animal foi registrada.

Como reconhecer uma raça de cachorro: o pedi

O pedigree certifica que o cão é de raça pura e que todas as gerações anteriores também eram. Esse papel é muito importante e você não deve perdê-lo, pois será útil caso você queira cruzar seu animal de estimação com outro da mesma raça.

Se, apesar de tudo isso, você não tiver certeza de que seu cão é de uma determinada raça, existe a opção de consultar um veterinário. O profissional poderá observar o animal em detalhes e determinar suas características. Algumas pessoas levam o cão ao profissional antes de comprar para, assim, realizar uma revisão e a aprovação.

  • Dobson, J. M. (2013). Breed-predispositions to cancer in pedigree dogs. ISRN Veterinary Science. https://doi.org/10.1155/2013/941275