Sinais de senilidade em cães

09 Outubro, 2020
Um cão é considerado velho quando ultrapassa a barreira dos oito anos. Esse estado, embora natural, pode gerar várias patologias no animal. A senilidade é uma delas.

Conforme seu animal de estimação envelhece, é normal ver sinais de senilidade. Embora não seja fácil presumir, a velhice é um processo que reflete o passar do tempo e que deve ser aceito.

Por esse motivo, você deve ser capaz de identificar alguns sintomas da velhice. Assim, dessa forma, poderá enfrentá-los e facilitar essa fase para o animal.

No entanto, você pode ter dúvidas sobre quais seriam os sinais mais característicos da senilidade. Aqui estão alguns sintomas.

O que é senilidade?

A velhice traz consigo uma série de mudanças fisiológicas e mentais. Esse comprometimento cognitivo e das funções orgânicas é chamado de senilidade. Normalmente, é um conceito que pode ser confundido com a demência. Contudo, este não é o caso, uma vez que a demência acarreta a perda ou a perturbação das faculdades mentais.

Da mesma forma, a patologia mencionada anteriormente está relacionada a vários sintomas envolvidos com a deterioração mental. Portanto, o declínio mental não é uma consequência normal do envelhecimento.

O que é senilidade?

Sinais da senilidade

A senilidade leva à perda das funções cognitivas e fisiológicas em cães e gatosA disfunção cognitiva se manifesta por meio de sintomas como os seguintes.

Comportamento sedentário

O envelhecimento faz com que o cão reduza sua atividade, diminuindo sua energia. Por isso, à medida que envelhecem, os cães se tornam sedentários.

Eles também sofrem com a diminuição do tônus ​​e da força muscular, principalmente nas extremidades. Assim, sua capacidade de movimento fica reduzida. Além disso, eles podem desenvolver doenças degenerativas nas articulações. Uma das doenças mais conhecidas é a artrite.

Perda de controle de comportamentos básicos

Entre os sintomas mais característicos da senilidade está a perda de controle. Por exemplo, o animal pode perder o controle sobre seu próprio sistema urinário.

Outro comportamento surpreendente é que o olfato, a visão ou a audição diminuem. Como se pode observar, as doenças mencionadas são um claro sinal de deterioração física.

Mudanças de personalidade

Os cães idosos podem sofrer mudanças de personalidade, ficando mais irritáveis. Também foi observado que eles sentem menos curiosidade por novos objetos.

Diminuição da interação com outros indivíduos

A senilidade também está associada a mudanças no comportamento social. Isso implica uma diminuição na interação com as pessoas, o que pode ser influenciado pela desorientação e perda de memória. Além disso, eles podem mostrar dificuldade em reconhecer lugares ou pessoas familiares.

Outros sintomas

Além dos sintomas mencionados acima, podem aparecer outros, como:

  • Perturbação do ciclo do sono.
  • Perda de memória.
  • Atraso na aprendizagem.
  • Diminuição da curiosidade e do comportamento exploratório.
  • Problemas para localizar a comida.

O que você pode fazer para deixar o animal confortável?

Infelizmente, não há nada que possamos fazer para impedir o envelhecimento. Porém, é possível levar em consideração uma série de dicas para facilitar essa transição para o animal.

Realizar exercícios físicos leves regulares

Como já mencionado, um sinal claro é a fraqueza muscular e o estilo de vida sedentário. Isso causa exaustão no cão e leva a doenças articulares.

Uma maneira de reduzir esses problemas é fazer exercícios leves regulares. Dessa forma, o cão consegue manter a rotina do passeio e se distrair do desconforto.

Mudanças na alimentação

Outros sinais característicos de senilidade são a perda de olfato, visão, audição e paladar. Além disso, eles também podem sofrer perda de dentes ou outros problemas orais, como infecções.

Isso torna extremamente difícil para o cão comer alimentos duros, como a ração. Ao adicionar novos alimentos ou eliminar os difíceis de ingerir, você estimula o animal.

Além disso, um cão idoso necessita de um suprimento maior de vitaminas e mineraisPortanto, é positivo fazer mudanças na dieta, sempre que o veterinário aconselhar.

Remédios para aliviar os sintomas

Mesmo se você seguir o conselho acima, pode não ser suficiente. Ocasionalmente, os veterinários podem recomendar a administração de medicamentos.

A função dessas drogas é aliviar os sintomas derivados desses processos degenerativos. Normalmente, o veterinário pode prescrever analgésicos ou condroprotetores.

Portanto, apenas o profissional de saúde saberá quais são os medicamentos adequados. Cada cão passa por certas circunstâncias, por isso você nunca deve dar medicamentos sem supervisão médica. 

Mudanças na alimentação

Podemos concluir que os sinais de senilidade são típicos da passagem do tempo, principalmente na velhice. É importante saber distinguir esses sintomas, pois alguns podem ser confusos.

No entanto, sempre que observar algum comportamento ou atitude estranha, você deve consultar um veterinário. As informações aqui apresentadas são meramente informativas e apenas um profissional poderá determinar os passos a seguir em cada caso particular.