Vison-americano: conservação e características

29 Julho, 2020
O vison-americano é um animal pequeno e muito ágil. Descubra porque ele foi vítima de caçadores durante tantos anos e conheça suas suas características e seu comportamento.
 

O vison-americano é um curioso animal que habita a maior parte do território dos Estados Unidos. Esse pequeno mamífero também é encontrado nas costas do Ártico americano e canadense.

O vison é um animal semiaquático, pois vive constantemente entre a água e a terra. Por esse motivo, ele constrói seus ninhos perto de riachos e córregos em áreas de floresta. Seus ambientes preferidos são as áreas rochosas e úmidas, com samambaias para fornecerem abrigo.

O vison-americano é um animal muito ágil e rápido, com um corpo leve que lhe permite se mover em lugares apertados com facilidade. A cauda desse pequeno animal é quase tão longa quanto seu corpo, dando a ele muita estabilidade. Da mesma forma que as lontras, o vison tem patas parcialmente palmadas para se movimentar em ambientes aquáticos.

Assim como muitos outros mustelídeos, o vison-americano apresenta dimorfismo sexual. Isso significa que os machos são maiores e mais pesados que as fêmeas. Um vison pesa dois quilos em média e tem cerca de 60 centímetros.

Infelizmente, esse animal está em grave perigo há muito tempo. Descubra as características mais importantes do pequeno vison-americano, além do seu estado atual de conservação.

Características do vison-americano

O vison-americano é um animal estritamente carnívoro. Por esse motivo, alimenta-se principalmente de pequenos animais encontrados nas margens das águas. 

Vison-americano
 

Sua dieta consiste principalmente de pequenos sapos, peixes e salamandras. No entanto, o vison também se alimenta de ratos, caranguejos e aves aquáticas, quando consegue pegá-los. O vison raramente caça animais maiores, como as lebres, pois prefere animais menores.

É um animal principalmente noturno, que prefere caçar durante o domínio da escuridão. Por causa do seu tamanho e flexibilidade, o vison é um excelente caçador.

O vison é um animal solitário, que passa a maior parte do tempo sem companhia alguma. Em geral, o vison só é visto em grupos durante o período de acasalamento. Embora eles se acasalem com vários parceiros durante esse período, imediatamente voltam a viver sozinhos.

Dessa maneira, após 50 dias de gestação, a fêmea dá à luz a dois dois até oito filhotes. A fêmea cuida sozinha dos filhotes até os seis meses de idade, quando eles se tornam independentes e começam a caçar sozinhos.

O vison-americano é considerado um animal bonito e bastante gentil. Durante séculos, o vison-americano foi caçado para a obtenção de sua pelagem lisa e uniforme.

A maioria dos visons tem cores que variam do marrom escuro até o preto. Em geral, esses mamíferos têm uma faixa mais escura nas costas.

Vison-americano
 

As criações de vison e a proteção da espécie

O vison-americano é criado em cativeiro por causa de sua bela e desejada pelagem. Devido à cuidadosa seleção genética, o vison de cativeiro cresce até o dobro do tamanho de um vison selvagem. 

As criações de vison são especializadas em explorar as cores mais ‘exóticas’ de pelagem. Na natureza, é muito incomum encontrar visons de cores claras. Então, as criações selecionaram os visons geneticamente para obter cores ‘puras’. Esses tons variam desde o branco até o pérola, o azul e o preto, etc.

Em cativeiro, um vison atinge seu tamanho máximo aos oito meses de idade.

Desastres naturais, falta de ambientes e cuidados adequados e a libertação voluntária e involuntária de visons fizeram com que existissem muitas populações em habitats que não são naturais para eles.

Embora nativo da América do Norte, o vison-americano atualmente é encontrado na Europa, na Escandinávia, na Rússia, na América do Sul e em algumas partes da Ásia.

Além dos maus-tratos sofridos nas criações, os visons também estão ameaçados pela caça. Na maior parte dos Estados Unidos e do Canadá, o vison é um prêmio desejado durante a temporada de caça.

Outra ameaça que afetou o vison-americano seriamente é a perda de seu habitat. Não foi apenas o desmatamento que eliminou boa parte do seu habitat natural, mas as águas dos rios também têm sido contaminadas por resíduos tóxicos.

Felizmente, o vison é uma espécie que vem sendo defendida por diversos grupos de proteção. E espera-se que o número de criações de vison diminua no futuro.

 
  • Ceña, A.; Ceña, J.C. (2003) Sustitución del visón europeo por el visón americano en el municipio Vitoria-Casteiz. Galemys. Volumen 15, Número especial. Pp. 131-143
  • Melero, Y., Palazón, S. (2017). Visón americano – Neovison vison. En: Enciclopedia Virtual de los Vertebrados Españoles. Salvador, A., Barja, I. (Eds.). Museo Nacional de Ciencias Naturales, Madrid.
  • Balmori Martinez, A.; Santos, I.; Carbonell, R. (2014) El visón americano Neovison vison (Schreber 1777) en España: posibles causas de su expansión, interacción con otros mamíferos semiacuáticos y actuaciones de control. Ecosistemas: revista científica de ecología y medio ambiente. Volúmen 14, Número 1. Pp. 4-11
  • Rodríguez Refojos, C.; Zuberogoitia, I. (2009) Estudio biométrico preliminar del dimorfismo sexual en los visones americanos de granja y salvajes en el norte de la península ibérica. Galemys. Número 21, Número especial. Pp. 71-80