Tudo sobre o volpino italiano e como cuidar dele

20 Julho, 2020
O volpino italiano não se importa de ficar com você no sofá todos os dias, mas ele também gosta de correr e brincar ao ar livre regularmente.
 

O volpino italiano é uma raça pequena, mas cheia de energia. Esses cães foram beneficiados tanto pela realeza italiana quanto pelos trabalhadores, não apenas por causa do seu tamanho, mas também pelas suas habilidades. O volpino não se importa de ser um cão de colo, mas também adora proteger seu território e brincar com outros cães.

O volpino é uma raça extremamente rara, com apenas cerca de 3.000 exemplares existentes. Portanto, encontrar um criador de volpino não é tão fácil. No entanto, aqueles que os possuem simplesmente adoram a raça. Esses cães são muito inteligentes, de modo que é muito fácil treiná-los, pois absorvem as informações como uma esponja.

História do volpino italiano

Como sabemos, o volpino é uma raça italiana de spitz que já foi extremamente popular em toda a Itália. Tradicionalmente, as damas da corte usavam os volpinos como cães de colo, enquanto as pessoas que não eram da realeza os usavam como cães de guarda. Afirma-se que até mesmo o artista italiano Michelangelo tinha um volpino como animal de estimação.

Os imigrantes italianos levaram o volpino para a América do Norte no final do século XIX e início do século XX. No entanto, eles foram usados ​​principalmente como cães de companhia na época e nunca foram considerados uma raça autêntica.

Características do volpino italiano

O volpino atinge uma altura de até 33 centímetros. No entanto, sua pelagem macia pode dar a impressão de uma altura adicional. Pesam entre dois e quatro quilos, embora as fêmeas geralmente tenham um tamanho menor em comparação com os machos.

 

Personalidade e caráter

O volpino é conhecido por ser uma raça alegre e brincalhona que adora estar com sua família e com outras pessoas. Assim como outras raças de spitz, eles são territoriais e latem quando sentem a presença de outras pessoas em sua propriedade. Esse instinto protetor é muito valioso.

o volpino italiano

Os latidos podem ser irritantes, mas isso é completamente treinável, de modo que não há motivo para se preocupar. O volpino italiano tem instintos de raça de trabalho, o que significa que é cheio de energia.

Saúde e potenciais problemas

Todas as raças de cães podem desenvolver problemas de saúde. Dessa forma, não são diferentes de gatos, humanos ou pássaros. Alguns desses problemas de saúde são hereditários, mas outros também podem se desenvolver devido a fatores ambientais.

Em relação às condições hereditárias, é importante olhar para os pais do volpino que você gostaria de ter. O criador deve fornecer um certificado de saúde, mostrando que eles não têm problemas de saúde hereditários.

Certifique-se de que estejam incluídos atestados de saúde com exames oftalmológicos atualizados e um exame de luxação patelar. Isso vai reduzir bastante o risco de que seu volpino desenvolva algum problema. No entanto, não significa que seu cachorro esteja isento de algum problema futuro.

 

Confira a seguir alguns dos problemas comuns encontrados no volpino italiano:

Obesidade

Muitas pessoas que têm cães pequenos imaginam que eles não precisam da mesma quantidade de exercício que as raças grandes. No entanto, isso é completamente incorreto. Independentemente do tamanho, seu cachorro precisa de uma quantidade adequada de exercício diário.

Luxação patelar

O volpino italiano não é a única raça que sofre de luxação patelar. De fato, muitas raças desenvolvem essa condição.

A luxação patelar ocorre quando a patela se desloca do osso da coxa. Isso será percebido se seu volpino apresentar dificuldade para caminhar, além de ficar letárgico. As opções de tratamento são muito limitadas, sendo a cirurgia a mais drástica.

Luxação da lente primária (PLL) ou cristalino

Essa é uma condição amplamente reconhecida e dolorosa que causa cegueira e afeta muitas raças. As fibras zonulares que sustentam a lente se deterioram ou se rompem, causando a queda da lente.

Se a lente cair na câmara anterior dos olhos, o glaucoma e a cegueira podem ocorrer rapidamente. No entanto, é possível fazer um teste de DNA para verificar se seu cachorro corre risco de desenvolver PLL.

o volpino italiano
 

Como cuidar do volpino italiano

Sim, o volpino é uma raça pequena, mas isso não significa que ele seja um cachorro preguiçoso. Como você já sabe pela sua personalidade, é uma raça alegre e brincalhona, com energia de sobra. Embora esses cães sejam do tamanho perfeito para um apartamento, correr atrás uma bola de um lado para o outro do quarto não é exercício suficiente.

Assim como todas as raças, o volpino italiano precisa de exercícios diários e de socialização com outros cães. Passear diariamente e permitir que socializem com outros cães é a melhor forma de atividade física para eles.

Alimentação

Ao alimentar qualquer cachorro, incluindo um volpino, você precisa garantir que ele consuma alimentos de alta qualidade. Seja com ração industrializada ou com comida caseira, seu cachorro deve receber os nutrientes essenciais para manter a saúde e a energia adequadas.

Higiene

O volpino tem uma camada dupla em branco sólido, vermelho ou champanhe. Sua camada interna é macia e espessa, enquanto a camada superior é áspera porque é usada como proteção. O volpino tem uma gola de pelo em volta do pescoço e uma cauda densa.

É necessário escovar o cão semanalmente para remover pelos e células mortas. Caso contrário, você corre o risco de que seus móveis e roupas ficarem cobertos de pelo, o que é ainda mais difícil de remover.

Como eles têm a pelagem espessa, você pode aparar seu pelo, principalmente em volta das almofadinhas e dos dedos, para que tenham uma aparência mais limpa e confortável.

 

Além disso, certifique-se de examinar os olhos do animal e limpar suas orelhas para evitar infecções. Antes de dar banho, certifique-se de escovar o pelo para remover os nós.

  • http://www.vetstreet.com/dogs/volpino-italiano
  • https://www.dogbreedplus.com/dog_breeds/volpino_italiano.php