Lagartixa-leopardo: um animal de estimação ideal

20 Setembro, 2020
A lagartixa-leopardo é um animal de estimação exótico por excelência. Aqui, vamos mostrar dicas e benefícios de se ter um.

Quando pensamos em um animal de estimação de tamanho pequeno e requisitos básicos, nossa mente automaticamente se volta para mamíferos familiares. Hamsters, gerbils, preás ou coelhos são a primeira opção que muitos consideram quando se trata de ter um animal. Ainda assim, existem opções mais exóticas, mas não menos válidas. É o caso da lagartixa-leopardo.

Apresentando esse pequeno réptil

A lagartixa-leopardo (Eublepharis macularius) é uma espécie de gecko da família Eublepharidae. Abaixo, vamos mostrar algumas de suas características:

  • São nativas de áreas semidesérticas e estão distribuídas em todo o Oriente Médio.
  • Seu tamanho varia de 15 a 30 cm, a cauda representando 1/3 do seu comprimento total. Essa cauda característica serve como reserva de gordura, podendo ser desprendida do corpo em situações perigosas.
  • Sua coloração típica é amarelada com manchas marrons, embora existam vários morfotipos produzidos através da reprodução em cativeiro.
  • Na natureza, geralmente vivem em colônias, embora se adaptem muito bem a uma vida solitária. Os machos são extremamente territoriais.
  • São animais muito dóceis e é muito raro vê-los adotando comportamentos agressivos.
  • São insetívoros. Esses animais se alimentam de grilos, baratas e vermes, entre outros, e não aceitam nenhum tipo de vegetal.

Um animal simpático e interessante, certo? Temos uma boa notícia, pois esses répteis estão disponíveis em qualquer loja especializada e são um excelente animal de estimação para adultos e crianças. Se você se animar em ter um, vamos contar a seguir como você deve se preparar.

Do que eu preciso para ter uma lagartixa-leopardo?

Apesar de serem fáceis de cuidar, as lagartixas-leopardo requerem uma preparação prévia considerável.

Terrário

O terrário pode ser do mais barato ao mais sofisticado, dependendo de quanto você quer gastar. Sejamos realistas, o animal não liga se o habitat é de plástico ou vidro. O importante é o tamanho e a ventilação!

As medidas adequadas são de 70 centímetros de comprimento por 40 de largura para um casal. É muito importante nunca juntar dois machos, pois eles podem se ferir gravemente. Devemos enfatizar a importância de o terrário ter um sistema de ventilação correto, portanto, comprar uma caixa de plástico não será suficiente.

A menos que você seja um ‘faz-tudo’ e tenha experiência, o mais recomendado é sempre adquirir terrários pré-fabricados e específicos para répteis.

Como substrato, os geckos aceitam quase tudo. Existe apenas uma regra: o substrato deve ser feito de matéria orgânica. Esses animais caçam suas presas apenas com as mandíbulas, e é comum que carreguem detritos do solo junto. Por isso, o uso de areia e pedras é totalmente desencorajado, pois o animal não consegue digeri-las, e elas podem causar sua morte.

  • O substrato a ser usado varia de papel higiênico a leito de milho ou fibra de coco.

É necessário colocar elementos de enriquecimento ambiental. Galhos, troncos ocos ou plantas de plástico ou vivas vão fazer o animal se sentir como se estivesse em seu ambiente natural.

Umidade e temperatura

Por ser um animal de ambiente semidesértico e de sangue frio, a temperatura desempenha um papel fundamental na sua sobrevivência.

Deve haver um gradiente de temperatura no terrário, sendo a média ideal de 28 graus. Isso é feito ao se colocar uma manta de aquecimento de répteis em uma das metades (sempre na parte inferior e colada na parte externa para evitar queimaduras). Assim, o animal pode decidir se deseja ficar em uma área mais quente ou mais fria, termorregulando sua temperatura corporal.

No que diz respeito à umidade, basta colocar um pote semiaberto com papel higiênico úmido no qual o animal possa entrar no terrário. Eles precisam de umidade para fazer uma mudança de pele correta, então esse elemento não deve ser ignorado.

Do que eu preciso para ter um geco-leopardo?

Alimentação da lagartixa-leopardo

As lagartixas-leopardos são animais insetívoros. E talvez esse seja o maior “porém” quando se considera ter esses animais de estimação. É preciso ter colônias de grilos, baratas e minhocas em casa para oferecer uma alimentação variada. Lojas especializadas têm esses insetos a preços muito baratos.

  • Caçar insetos em áreas abertas para alimentá-los nunca será uma opção, pois eles podem carregar parasitas e prejudicar sua saúde.

Esses animais geralmente comem a cada 2-3 dias quando adultos e quase todos os dias quando jovens. É essencial fornecer cálcio e vitamina D3 em pó em duas das refeições por semana. Novamente, esses suplementos vitamínicos podem ser encontrados em lojas especializadas.

Benefícios de possuir uma lagartixa-leopardo

Apesar do trabalho inicial que pode envolver a adaptação às necessidades desse réptil simpático, seus benefícios como animal de estimação são inúmeros:

  • São animais extremamente dóceis que podem ser pegos, manuseados e acariciados. Você pode tirá-los do terrário até mesmo diariamente para explorar pequenos espaços ou para que te acompanhem, mas sem exceder meia hora.
  • Exibem comportamentos que são impossíveis de ver em muitos outros animais de estimação. Processos como a muda de pele ou caça de insetos são fascinantes, coisas que nenhum mamífero doméstico será capaz de mostrar a você.
  • Vivem até 15 anos, ao contrário de muitos pequenos mamíferos típicos encontrados nas casas.
  • Vão ensinar os membros mais jovens da casa a compreender o valor da biodiversidade, e não apenas a olhar para os animais peludos mais próximos dos seres humanos.

Em conclusão, agora você já sabe que esses lindos répteis podem ser ótimos animais de estimação para se iniciar no mundo da herpetologia.

Embora exija uma preparação prévia, esse réptil vai proporcionar anos de companhia e conhecimento sobre a natureza.